Vencedores de Sundance 2016

Candidato já certo para o Oscar 2017 (?!), Sundance consagra diversidade em meio à polêmica de racismo no Oscar 2016

por

01 de fevereiro de 2016

Sundance 2016, o Festival de Cinema Independente com mais visibilidade no mundo, anunciou seus vencedores após uma grande repercussão mundial de seu aclamado candidato mais unânime: “The Birth of a Nation” ou “O Nascimento de Uma Nação”, de Nate Parker, levando os dois prêmios principais do Júri e da Audiência, raríssimas vezes entregue para o mesmo filme. Os outros três que já ganharam foram: ‘Fruitvale Station: A Última Parada‘ (2013), ‘Whiplash – Em Busca da Perfeição‘ (2014) e ‘Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer‘ (2015).

Ainda mais em meio aos debates sobre discriminação ou racismo no Oscar 2016, pelo que a indústria cinematográfica começou a responder à altura, premiando a diversidade racial e cultural tanto no Sindicato dos Artistas, o SAG Awards, entregue no último sábado, quanto agora em Sundance. A história é curiosamente interessante, pois já houve uma produção homônima “The Birth of a Nation” de 1915 nos EUA que refletia à época um Estados Unidos muito mais preconceituoso, apesar de tangenciar assuntos similares no período da Guerra de Secessão, porém sendo que o novo exemplar de Nate Parker retrata o lado do direito dos escravos como ponto de vista principal. O filme causou tanto frisson que já está gerando rumores de provável indicado ao Oscar 2017 e possível ganhador desde já, com defensores ardorosos. O último filme neste sentido, “12 Anos de Escravidão”, de Steve McQueen, ganhador do Oscar 2014 de melhor filme, também foi distribuído pela Fox Searchlight Pictures, assim como a mesma adquiriu de pronto os direitos de distribuir igualmente “The Birth of A Nation” demonstrando arregaçar as mangas pelo próximo Oscar. Outra curiosidade é que Nate Parker focava até pouco tempo mais em sua carreira de ator, sem muitos papéis expressivos como “Nos Bastidores da Fama”, “Sem Escalas” e “A Negociação”, e apenas agora conseguiu os subsídios para apostar num projeto próprio e dirigí-lo, além de protagonizá-lo.

Confira a lista completa de vencedores:
Grande Prêmio do Júri – Documentário Americano: Weiner.

Grande Prêmio do Júri – Drama Americano: The Birth of a Nation.

Grande Prêmio do Júri – Documentário Estrangeiro: Sonita(Alemanha/Irã/Suíça).

Grande Prêmio do Júri – Drama Estrangeiro: Sand Storm (Israel).

Prêmio da Audiência – Documentário Americano: Jim: The James Foley Story.

Prêmio da Audiência – Drama Americano: The Birth of a Nation.

Prêmio da Audiência – Documentário Estrangeiro: Sonita.

Prêmio da Audiência – Drama Estrangeiro: Between Sea and Land.

Prêmio da Audiência NEXT: First Girl I Loved.

Prêmio de Direção – Documentário Americano: Roger Ross Williams porLife, Animated.

Prêmio de Direção – Drama Americano: Daniel Scheiner e Daniel Kwan, porSwiss Army Man.

Prêmio de Direção – Documentário Estrangeiro: Michael Marczak por All These Sleepless Nights.

Prêmio de Direção – Drama Estrangeiro: Felix van Groeningen, por Belgica.

Melhor Roteiro – Drama Americano: Chad Hartingan, por Morris from America.

Prêmio Especial do Júri – Edição de Documentário (EUA): Penny Lane e Thom Stylinski por NUTS!

Prêmio Especial do Júri – Documentário de Impacto Social (EUA): Trapped.

Prêmio Especial do Júri – Roteiro de Documentário (EUA): Kate Plays Christine.

Prêmio Especial do Júri por Cinema Verdade: The Bad Kids.

Prêmio Especial do Júri – Drama (EUA): As You Are.

Prêmio Especial do Júri – Performance de Destaque: Joe Seo, por Spa Night.

Prêmio Especial do Júri – Performance Individual: Melanie Lynskey, porThe Intervention; e Craig Robinson, por Morris from America.

Prêmio Especial do Júri por Primeiro Filme – Documentário Estrangeiro: Heidi Brandenburg e Mathew Orzel, por When Two Worlds Collide.

Prêmio Especial do Júri por Fotografia – Documentário Estrangeiro:Pieter-Jan De Pue, por The Land of Enlightened.

Prêmio Especial do Júri por Edição – Documentário Estrangeiro: Mako Kamitsuna e John Maringouin por We Are X.

Prêmio Especial do Júri por Atuação – Drama Estrangeiro: Vicky Hernandéz e Manolo Cruz por Between Sea and Land.

Prêmio Especial do Júri por Roteiro – Drama Estrangeiro: Ana Katz e Inés Bortagaray por Mi Amiga del Parque.

Prêmio Especial do Júri por Visão Única e Design – Drama Estrangeiro:Agnieszka Smoczynska, por The Lure.