No Coração das Máquinas mostra a luta por uma utopia social

Abordagem do tema foge do lugar comum e investe em leveza e sutileza

por

28 de abril de 2016

NCDM 001Coração das Máquinas surpreende pela abordagem que foge do lugar comum ao tratar o tipo de tema abordado: utopia social. A peça é baseada na luta das funcionárias da fábrica francesa de relógios LIP, que funcionou por dois anos sob o controle dos próprios trabalhadores nos anos 70, na França. O espetáculo revive a primeira noite de ocupação da fábrica do ponto de vista de sete funcionárias. Durante esta noite resistindo ao cerco da polícia e lutando por seus empregos, essas mulheres, tão diferentes entre si, vão descobrir as dificuldades, as motivações, os desejos, os sonhos e a força de viver um ideal.

NCDM 003Leveza e sutileza marcam o tom. Um sinal de grande sensibilidade nos tempos atuais onde impera a intolerância. A dramaturgia é da diretora Rita Carelli com colaboração de Marcos Arzua e elenco. A obra nasceu de um trabalho de pesquisa e investigação de linguagem teatral usando como elemento provocador o histórico e os depoimentos dos antigos funcionários da fábrica francesa de relógios LIP. Toda a realização deste espetáculo reflete o princípio da horizontalidade e da autogestão, assim como aconteceu na fábrica francesa.

NCDM 002O confinamento na fábrica permite um olhar instigante sobre as lutas sociais do século passado e leva a um olhar sobre o nascimento da utopia entre as funcionárias grevistas. Esse retrato de um movimento ganha força na versatilidade das atrizes em cena (Anna Zêpa, Janaína Suaudeau, Manuela Afonso, Nicole Cordery, Renata Roberta, Samya Enes, Thaia Perez e Fernanda Viacava).

NCDM 006A cenografia de Amanda Vieira e Ding Musa (que já havia sido brilhante em “As Desgraçadas”) é voltada para o ambiente do depósito com suas caixas de material estocado e suas luminárias fabris. A iluminação é feita por diversas fontes de luz, como velas, lanternas e luminárias manipuladas pelas atrizes durante a atuação.  Além do uso de teatro de sombras para retratar os sonhos das operárias em seus breves períodos de sono durante a noite.

NCDM 004Daniel Maia é responsável pela música original, os figurinos foram criados por Valentina Soares e Alex Casimiro, o vídeo é assinado por Amandine Goisbault e o Coletivo Ocupe a Cidade a cuidou de parte gráfica do espetáculo e Malu Bazan a preparação do elenco. O espetáculo fica em cartaz na Oficina Cultural Oswald de Andrade e segue temporada na Casa do Povo (na mesma rua) até 16 de junho.

No Coração das Máquinas

1ª Temporada

Onde: Oficina Cultural Oswald de Andrade. Rua Três Rios, 363. Bom Retiro, São Paulo.

Quando: Quintas, sextas e sábados às 20h (até 07/05)

Quanto: Gratuito. Retirar o ingresso 30 minutos antes do espetáculo na bilheteria.

2ª Temporada

Onde: Casa do Povo – Rua Três Rios, 252 – Bom Retiro – São Paulo/SP

Quando: quartas e quintas, às 20h (até 16/06)

Quanto: Gratuito. Retirar o ingresso 30 minutos antes do espetáculo na bilheteria.

Classificação etária: 12 anos

Duração: 60 minutos