Série documental retrata o universo das HQs no Brasil

HQ - Edição Especial apresenta a diversidade da produção nacional

por

12 de julho de 2016

Angeli 001

Angeli

O canal HBO responsável pela excelência em produções originais e documentários, apresenta uma série brasileira documental: HQ – Edição Especial.  Durante 10 episódios o espectador vai mergulhar e conhecer a história das HQs no país.

Mauricio de Souza

Maurício de Souza

O primeiro episódio vai apresentar a cronologia e a história da produção nacional. Os demais começam a serem focados em universos particulares como o império de Mauricio de Sousa, o mundo de Ziraldo, os personagens de Angeli, a visão de Laerte, a transmutação de Mutarelli e a obra dos gêmeos e Moon. Esses são alguns dos artistas que fazem parte da nata da produção nacional.

Ziraldo

A série também irá explorar os movimentos coletivos e a história da nona arte no Brasil: de Angelo Agostini aos quadrinhos de gênero, passando pela invasão brasileira na indústria de super-heróis americanos e culminando em um panorama da nova geração de quadrinistas independentes.

A HBO deu acesso a um dos episódios ao Almanaque Virtual. A produção focou em Angeli, no episódio batizado de “O velho cartunista” e partir de depoimentos de autores, desenhistas, coloristas, historiadores e editores o público pode conhecer esse que foi um dos grandes criadores de personagens inesquecíveis, como Rê Bordosa, Bob Cuspe, Meia-oito e Nanico, Bibelô, Mara Tara, Walter Ego o e Os Skrotinhos – a versão hardcore dos sobrinhos do capitão, segundo as palavras do próprio Angeli.

Re Bordosa 002Os depoimentos do próprio artista, a designer gráfica (e também mulher de Angeli) Carolina Guaycuru e de outros ajudam a mostrar a trajetória deste ícone que também fez parte da história ao criar a Chiclete Com Banana, com o amigo e editor Toninho Mendes. Uma revista ousada, voltada para adultos, e que fazia um humor que a turma do Pasquim já não fazia mais ou nunca fez. Por falta de uma definição melhor, nos anos 80, a publicação passou a ser considerada “underground”. Além do sucesso editorial, foi a responsável por trazer os cartunistas de SP para o mapa do Brasil. Até então, os principais artistas residiam ou haviam nascido no Rio de Janeiro. Parte fundamental da trajetória das HQs nacionais, a revista contou com um time de artistas que reuniu Laerte, Glauco e Luiz Gê. Junto com Angeli, eles formaram uma nova geração de quadrinistas.  O estilo desse episódio, dinâmico, bem editado e abundante em conteúdo, deve ser reprisado ao longo da série segundo informações do canal. Angeli, que atualmente se dedica a charges – evitando criar personagens novos, continua sendo um dos mais importantes chargistas do país, e o episódio evidencia isso.

Laerte

Laerte

O episódio de estréia retrata o palco da feroz disputa pelo mercado entre os empresários Adolfo Aizen e Roberto Marinho, ao mesmo tempo em que esse universo sediava a criação de Zé Carioca e a proliferação dos catecismos eróticos de Carlos Zéfiro. Uma guerra que foi a principal responsável pela profunda difusão das histórias em quadrinhos no Brasil.

Meia oito e nanico 001HQ – Edição Especial, com direção de Angelo Defanti, promete ser um panorama do rico cenário da produção de quadrinhos no país.  A série documental estreia no próximo dia 14 de julho, às 23h.