Cinema Independente com desconto na TV por Assinatura

NET e Claro HDTV darão desconto de 50% em 50 filmes no mês de outubro

por

29 de setembro de 2016

Os amantes do cinema independente têm um prato cheio no mês de outubro. O serviço NOW, das operadoras de tv por assinatura NET e Claro HDTV, disponibilizará 50 filmes indies com 50% de desconto.  De 1º a 31 de outubro, por preços que variam de R$ 2,45 a R$ 4,95, os assinantes do serviço poderão assistir a filmes dos mais variados gêneros, e que disputaram e venceram os principais prêmios internacionais, como o Oscar, Berlim e Cannes.

Táxi Teerã

Táxi Teerã

Fazem parte da lista, por exemplo, o drama iraniano “Táxi Teerã” (2015), de Jafar Panahi, vencedor do Urso de Ouro de Berlim, em 2015; e“Pasolini” (2014), de Abel Ferrara, que tem Willem Dafoe no papel do polêmico cineasta italiano. “45 anos” (2015), de Andrew Haigh, que rendeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz para Charlotte Rampling é outra opção disponível para os cinéfilos. Merecem destaque, também, a comédia mexicana “Club Sandwich” (2013), de Fernando Eimbcke, que relata com humor e leveza a dificuldade de ver o crescimento dos filhos, e o colombiano “O Abraço da Serpente” (2015), de Ciro Guerra, indicado ao Oscar de melhor filme em língua estrangeira. Concorrente na mesma categoria, o francês “Cinco Graças” (2016), de Deniz Gamze, que relata a história de cinco irmãs que lutam pela sua liberdade dentro da própria casa, também é uma opção.

Brooklyn

Brooklyn

Com três indicações ao Oscar, entre elas de melhor atriz e melhor filme, “Brooklin” (2015), de John Crowley, que fala sobre uma jovem irlandesa que tem seu coração dividido entre o país de origem e os EUA, para onde se mudou em busca dos seus sonhos, é uma das obras mais badaladas desse variado cardápio. Merecem destaque, também, o iraniano “Garota Sombria Caminha Pela Noite” (2014), longa de estreia de Ana Lily Amirpour, que causou comoção em Sundance; o cubano “Uma Escola em Havana” (2014), de Ernesto Daranas, vencedor de 16 prêmios internacionais; o francês “Party Girl” (2014), de Marie Amachoukeli, Claire Burger e Samuel Theis, vencedor da Camera D’Or, do Festival de Cannes, em 2014; o islandês “A Ovelha Negra” (2015), de Grímur Hákonarson, ganhador do prêmio Um Certain Regard, em Cannes, 2015; e o americano “Tangerine” (2015), de Sean Baker, filmado integralmente com a câmera de um smartphone.

Garota Sombria Caminha pela Noite

Garota Sombria Caminha pela Noite

A promoção também é uma oportunidade para apreciar as atuações de grandes nomes de Hollywood, como Cate Blanchett e Robert Redford, em “Conspiração e Poder” (2015), de James Vanderbilt; Rachel McAdams e James Franco, em “Tudo Vai Ficar Bem” (2015), de Wim Wenders; e Michelle Williams, em “Suíte Francesa” (2014), de Saul Dibb.

O Abraço da Serpente

O Abraço da Serpente

A lista é enorme e as opções são muitas. Para facilitar a vida e a escolha do leitor almanaquista, segue abaixo a relação completa dos filmes. :-)

Divirtam-se!

O Preço da Fama (2014), de Xavier Beauvois; Táxi Teerã (2015), de Jafar Panahi; Picasso e o Roubo da Monalisa (2012), de Fernando Colomo; Pasolini (2014), de Abel Ferrara; 45 anos (2015), de Andrew Haigh; Retorno a Ítaca (2014), de Laurent Cantet; Club Sandwich (2013), de Fernando Eimbcke; O Capital Humano (2013), de Paolo Virzi; Garota Sombria Caminha Pela Noite (2014), de Ana Lily Amirpour; Três Lembranças da Minha Juventude (2015), de Arnaud Desplechin; As Memórias de Marnie (2014), de Hiromasa Yonebayashi; Pecados Antigos, Longas Sombras (2014), de Alberto Rodriguez; Numa escola de Havana (2014), de Ernesto Daranas; Party Girl (2014), de Marie Amachoukeli, Claire Burger e Samuel Theis; Amor, drogas e Nova York (2014), de Ben Safdie e Joshua Safdie; Dois Amigos (2015), de Louis Garrel; Labirinto de Mentiras (2014), de Giulio Ricciarelli; Victoria (2015), de Sebastian Schipper; O Cheiro da Gente (2014), de Larry Clark; White God (2014), de Kornél Mundruczó; Suite Francesa (2014), de Saul Dibb; Verão da Lata (2014), de Tocha Alves e Haná Vaisman; Uma Nova Amiga (2014), de François Ozon; O abraço da serpente (2015), de Ciro Guerra; Sabor da Vida (2015), de Naomi Kawase; Cinco Graças (2016), de Deniz Gamze; Astrágalo (2015), de Brigitte Sy; A Marcha (2013), de  Nabil Ben Yadir; A ovelha negra (2015), de Grímur Hákonarson; Mia Madre (2015), de Nanni Moretti; Fique Comigo (2015), de Samuel Benchetrit; Tudo Vai Ficar Bem (2015), de Wim Wenders; Conspiração e Poder (2015), de James Vanderbilt; Brooklin (2015), de John Crowley; A Linguagem do Coração (2014), de Jean-Pierre Améris; História da Minha Morte (2013), de Albert Serra; Tangerine (2015), de Sean Baker; Desajustados (2015), de Dagur Kári; Paulina (2015), de Santiago Mitre; Fogo no Mar (2016), de Gianfranco Rosi; Body (2015), de Gianfranco Rosi e Malgorzata Szumowska; Para o Outro Lado (2015), de Kiyoshi Kurosawa; O Novíssimo Testamento (2015), de Jaco Van Dormael; Eu Sou Ingrid Bergman (2015), de Stig Bjorkman; O Que Eu Fiz Para Merecer Isso? (2014), de Patrice Leconte; É o Amor (2015), de Paul Vecchialii; A Assassina (2015), de Hsiao-Hsien Hou; O Senso de Humor (2015), de Maryline Canto; Um Dia Perfeito (2015), de Fernando León de Aranoa; e Um Brinde à Vida (2014), de Jean-Jacques Zilbermann.