O Menino das Marchinhas – Braguinha para crianças

Com fragilidades cênicas a peça funciona como um simpático entretenimento

por

07 de abril de 2017

Apresentado no Anfiteatro do Morro da Urca, no Pão de Açúcar, aos domingos às 11h, o espetáculo: “O Menino das Marchinhas – Braguinha para crianças”, é um agradável e leve musical dirigido por Diego Morais. Ele cumpre a sua função de entreter em um espaço turístico e com pouquíssimas condições técnicas para o seu desenvolvimento. A força do projeto reside justamente na ótima escolha do homenageado: o compositor Braguinha. Carlos Alberto Ferreira Braga, conhecido como Braguinha, foi o responsável em adaptar e musicar dezenas de histórias infantis como:  “O gato de botas”, “Festa no céu”, “O macaco e a velha”, “Os Três Porquinhos”, “Chapeuzinho Vermelho”, “Os Quatro Heróis”, “A Gata Borralheira” entre outras. Além de criar inúmeras composições como “Balancê”; “Chiquita Bacana”; “Vai com Jeito”; “As Pastorinhas”, e “A Vida não tem Bis” e as marchas carnavalescas “Linda Lourinha”, com Alberto Ribeiro; “Cadê Mimi”, “Pirolito”, “Pirata da perna de pau” e “Touradas em Madrid”, entre centenas de feitos para o universo infantil. É considerado, com honra  e mérito, como um dos compositores de maior expressão na música popular brasileira. Sua musicografia completa, que inclui versões e músicas compostas para histórias infantis, passa dos 400 títulos. Essa é, sem dúvida, uma das maiores obras feitas por um compositor em nossa música popular. Sua extensa produção encontra-se praticamente toda gravada. Seus parceiros mais constantes foram: Alberto Ribeiro, médico homeopata e grande amigo, Alcyr Pires Vermelho, Antônio Almeida e Jota Júnior.

marchinhas-750x379

Pedro Henrique Lopes apresenta carisma como Carlinhos em “O Menino das Marchinhas- Braguinha para crianças”.

o-menino-das-marchinhas-foto-de-diego-morais-3

Atores em cena de “O Menino das Marchinhas- Braguinha para crianças”.

A peça conta a história de Carlinhos, um garoto que ouvia música em todo lugar por onde passava. A avó dele, pianista clássica, sempre estimulava a musicalidade do menino, mas o pai era contra. Carlinhos se junta a alguns amigos de escola e começa a criar belas canções de Carnaval. Ao ouvir as músicas compostas pelo filho, Seu Jerônimo se enche de orgulho do menino que se tornou um grande músico. O roteiro de Pedro Henrique Lopes é bastante frágil como carpintaria cênica, e funciona mais como um arremedo das músicas de Braguinha, que auxiliam assim a apresentar os fatos baseados na vida do compositor. A direção de Diego Morais é também bastante singela e pouco precisa. Marcas simples e posicionamento em cena são as maiores expressões que a direção proporciona ao elenco, além de um certo infantilismo e alguns esteriótipos na interpretação – principalmente na personagem da avó. Os cenários de Clívia Cohen, apesar de interessantes como proposta, tem uma execução regular e algumas escolhas duvidosas, como a cama em ser um carregador de mercadorias, que destoa da encenação, e parecendo estar ali apenas por possuir o mecanismo de rodinhas e criar assim uma unidade com o cenário também itinerante. Os figurinos também de Cohen são simpáticos e adequados a época, a direção musical de Claudia Vizeu é correta e não compromete o todo. A iluminação de Pedro Mendonça não pode mostrar muito, em um espaço com muita claridade atravessando as coxias e os poucos equipamentos de luz; e as coreografias/dancinhas de Vcitor Maia são muito fracas e bastante pasteurizadas. No elenco Pedro Henrique Lopes executa com graça a personagem Carlinhos e apresenta carisma, assim como Beto Vandesteen como Sr. Jerônimo Braga tem um bom rendimento.

Ficha técnica

Direção: Diego Morais

Direção Musical: Claudia Elizeu

Roteiro original: Pedro Henrique Lopes

Coreografias: Victor Maia

Elenco: Pedro Henrique Lopes (Carlinhos), Martina Blink (Dona Isaura), Rodrigo Morura (Henrique), Augusto Volcato (Alvinho) e Beto Vandesteen (Sr. Jerônimo Braga)

Cenário e figurinos: Clívia Cohen

Iluminação: Pedro Mendonça

Produção e realização: Entre Entretenimento

Serviço

O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças

Temporada: De 12 de março a 9 de abril

Anfiteatro do Morro da Urca (acesso pelo Bondinho – Avenida Pasteur 530, Urca)

Pela internet: Guichê Web

Telefone: (21) 2546-8433

Dias e horários: Domingos, às 11h

Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia-entrada)

Lotação: 500 pessoas

Duração: 55 minutos

Classificação: Livre

Funcionamento da Bilheteria: Todos os dias, das 08h às 20h.

Avaliação Ricardo Schöpke

Nota 2