Fukushima Mon Amour

Criado a partir do choque do dançarino com os horrores sofridos pelo tsnuami e o acidente atômico ocorridos em Fukushima, no Japão, em 2011

por

10 de junho de 2017

1_Tadashi Endo_Solo Fukushima Mon AmourEm 2017, Tadashi Endo completa 70 anos de vida e 15 de uma relação afetiva com o Brasil. O bailarino, coreógrafo e diretor japonês tem a morte como principal tema de suas obras. Como é a face da morte? O que vem depois dela? São esses os questionamentos do artista, que teve como mestre um dos maiores nomes do butô, Kazuo Ohno (1906-2010). Fukushima Mon Amour (2012) foi criado a partir do choque do dançarino com os horrores sofridos pelo tsnuami e o acidente atômico ocorridos em Fukushima, no Japão, em 2011. O nome – uma referência ao filme Hiroshima Mon Amour (1959), de Alain Resnais – foi escolhido para lembrar também as bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki. Com trilha sonora original composta pelo músico brasileiro Daniel Maia, Tadasahi interpreta a dor dessas tragédias e a esperança da reconstrução.

Ficha técnica

Criação, atuação e direção: Tadashi Endo.

Serviço

Local: CCBB Teatro 1 (178 lugares). Classificação: 10 anos. Duração: 50 min.