28° Cine Ceará – Debate sobre filmes da 4° noite competitiva

Dois longas na sequência: “Amalia, A Secretária” e “Eduardo Galeano Vagamundo”

por

09 de agosto de 2018

38749098_266860674094901_1054197755708178432_n

28° Festival Cine Ceará – 4° noite competitiva, desta vez com 2 longas: “Amalia, A Secretária” e “Eduardo Galeano Vagamundo”.

Representando o filme “Amalia, A Secretária”, a atriz Marcela Benjumea, e pelo “Eduardo Galeano Vagamundo” o diretor Felipe Nepomuceno, a filha do saudoso personagem-título, Florencia Hughes, e a produtora Tereza Alvarez.

Mediadora: Maria Do Rosário Caetano

Tradução do espanhol: Enrique Hernández.

Primeiramente, os convidados da mesa falam um pouco sobre suas carreiras e sobre seu envolvimento com o projeto:

No vídeo abaixo, representantes de ambos filmes da 4a noite competitiva respondem à pergunta do Almanaque Virtual por seu correspondente e editor-chefe Filippo Pitanga sobre o uso de cores como detalhes cruciais em meio ao ocre e cinza (no primeiro caso) e P&B (no segundo) nos enquadramentos e na composição de personagens, independente de um filme ser de ficção (comédia) e o outro um documentário poético-biográfico sobre o escritor Eduardo Galeano:

Sobre processo de escolha de imagens do doc “Eduardo Galeano Vagamundo”:

Sobre material inédito de Eduardo Galeano e sobre a perseguição na época da Ditadura, a filha dele Florencia Hughes responde emocionada:

Sobre a seleção de quais livros e trechos da extensa obra de Eduardo Galeano entrariam no filme ou ficariam para uma série que dará continuidade ao filme, como leituras feitas por Chico Buarque, Milton Hatoum e etc…