Especial Dias das Crianças no 11o FENATIFS

O espetáculo Misturaê aborda temas como diferenças, aceitação e respeito; de forma lúdica e divertida

por

12 de outubro de 2018

Especial Dia das Crianças12 OUT (SEXTA)

10h

Sá Binidita – (Mostra Interior) – Rosa Griô – Rio de Contas- BA

Classificação: Livre (Indicação: a partir de 04 anos)

Aberto ao Público

Teatro de Arena do CUCA

Release: Sá Binidita é uma vovó negra contadora de histórias, parteira, benzedeira, puxadora de versos e sambadeira. Conhecedora de causos das comunidades, nesse espetáculo, conta histórias cheias de aventuras, romances e surpresas, histórias com a de Kenderê de Dandara, uma princesa africana que veio parar no Brasil no tempo da escravidão. Com música ao vivo, acompanhada de um berimbau ,pandeiro e calimba, o espetáculo apresenta uma abordagem sobre a diáspora negra e a formação dos Quilombos no interior da Chapada Diamantina Bahia.

Sobre o grupo: Contadoras de histórias, arte educadoras, bonequeiras, Griô aprendizes, Rosa Griô e Flávia Pacheco desenvolvem trabalhos relacionados a arte ,cultura afro-brasileira e indígena há mais de dez anos em Rio de Contas e região.O grupo desenvolve alguns trabalhos e projetos como o Ponto de Cultura, Ciranda de Bonecos, O projeto Sonhos e Bonecos, A casinha dos Sonhos, Brincando na Diversidade e Biblioteca Viva e alguns espetáculos como o da Sá Binidita e a história de Dandara e Kenderê contando com a participação de Lucinete instrumentista e tocadora de berimbau nesse espetáculo.

11h

Fiu Fiu – Um Encontro entre Pássaros – (Mostra Nacional) – Grupo Tibanaré – Cuiabá – MT

Classificação: Livre (Indicação: A partir de 02 anos)

Ingresso: R$30 e R$15

Teatro do Cuca

Release: Depois de tanto voarem sozinhos, dois passarinhos são surpreendidos pelo destino brincalhão: Um encontro. Foi gorjeio a primeira vista. Unindo teatro, palhaçaria e dança, Fiu Fiu – Um encontro entre pássaros é um voar leve sobre um campo de possibilidades e traz para o público formas poéticas dos cortejos a moda antiga, numa linguagem simples que produz risos sinceros e suspiros sensíveis.

Sobre o grupo: O Grupo Tibanaré foi fundado como um coletivo de teatro em 2006, cujo elemento principal é o trabalho do ator e a sua relação com o espectador. Nesses onze anos de história, vem construindo uma estrada fértil pelo Brasil, mas sem perder seus encontros pelo interior de Mato Grosso, principalmente nos bairros de Cuiabá, atingindo mais de 100.000 pessoas com seus espetáculos, intervenções, capacitações e eventos como o Festival Zé Bolo Flô de Teatro de Rua e o Encontro: Florescendo Relações. Em meio a pouca incidência de programações culturais nas periferias de Cuiabá, o coletivo foi desenhando obras que dialogam com suas experiências de vida, de comunidade e da manifestação popular, universalizadas em treinamentos diários, aprimoramento das potencialidades e definindo uma identidade pessoal nas suas obras, concretizando-se como um grupo focado na investigação do palhaço, da poesia pessoal do ator-dançarino, do treinamento de ações físicas e vocais, experimentações, dialogo comunitário, do lirismo e da liberdade criativa e autoral.

Sá Binidita e Fiu Fiu

14h

Misturaê -Ale Rê – (Convidado Mostra Jovem Talentos) – Nucca – Núcleo Circense Cia. Cuca de Teatro e artistas convidados – FSA– BA

Classificação: Livre

Gratuito mediante agendamento

SESC TOMBA – PARCERIA SESC

Release: O espetáculo Misturaê aborda temas como diferenças, aceitação e respeito. De forma lúdica e divertida, o espetáculo apresenta números circenses que impressionam e ao mesmo tempo transmitem ao público a beleza da diversidade.

Sobre o grupo: Em 2009 a Cia Cuca de Teatro inicia o Ponto de Cultura – Cultura Mais Circo, dele foram naturalmente selecionados alunos-monitores que sob incentivo da Cia, passaram a se aprofundar nos estudos das artes circenses. Devido ao grande valor artístico desses trabalhos, surgiu o Nucca – Núcleo Circense da Cia Cuca de Teatro. A trajetória do Núcleo Circense da Cia. Cuca de Teatro é marcada pela perseverança, dedicação, responsabilidade e muito amor ao circo, um grupo jovem que tem em seu currículo a participação em importantes festivais e Projetos Culturais : o II Festival Diamantino de Circo (2011), participação no Domingo Tem Teatro – Campanha der popularização do teatro para a Infância e Juventude da Bahia (2016 e 2017); No Circuito Cultural Belgo Bekaert (2016 e 2018) , no Fenatifs – Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana nas edições de 2015, 2016 e 2017; no 1º Festival de Circo da Bahia Picolino (2017). E no II FESTAC – Festival Estudantil de Artes Cênicas de Salvador.