41a Mostra SP: montagem febril dá a ‘O Beijo no Asfalto’ um tom noir

Marcando a estreia de Murilo Benício como realizador, o longa foi exibido pela primeira vez na noite da última sexta-feira, dia 20, no Espaço Itaú de Cinema - Augusta.

por

21 de outubro de 2017

Marcando a estreia de Murilo Benício como realizador, “O Beijo no Asfalto” (2017) foi exibido pela primeira vez na noite da última sexta-feira, dia 20, no Espaço Itaú de Cinema – Augusta. Na programação da 41a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, o filme tem sido tratado como uma espécie de experimento cinematográfico de leitura de mesa, encenação teatral e desconstrução. Mas trata-se, antes e acima de tudo, de um filme de ficção que lê de uma maneira absolutamente frontal, vertical, imersiva, nervosa e febril a obra de Nelson Rodrigues como realizador. Ainda sem data de lançamento definida nas salas brasileiras, o longa é a adaptação cinematográfica da obra homônima de Rodrigues que causou polêmica à época de sua escrita e encenação por representar um beijo homoafetivo. A Mostra de SP acontece até 1o de novembro.

Confira outros vídeos no canal oficial do Almanaque no YouTube:

https://www.youtube.com/user/almanaquista