A Cidade dos Piratas

Biografia compartilhada

por

30 de outubro de 2019

1724519.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Um filme que levou mais de 25 anos para ser realizado! E, neste ínterim, foi atravessado por inúmeros adventos da vida, como o câncer de seu diretor Otto Guerra (um dos maiores animadores do Brasil) e o reconhecimento identitário de sua personagem principal da vida real como mulher trans (Laerte, também uma das maiores cartunistas do país). Mais do que isso, uma biografia retratada num longa de animação, que biografa uma cartunista, e onde quem dirige se inclui como personagem de tal modo que as duas histórias, do biógrafo e da biografada se misturam e se potencializam, ambas fazendo forte declaração contra a Censura e contra a homofobia (LGBTQfobia).

Parece muita coisa, certo? E é. Não é uma animação com o atributo que costuma acompanhar esta palavra, como se fosse um desenho voltado para crianças — aliás, também não queremos dizer com isso que as crianças não possam obter bons aprendizados a partir desta obra, acompanhadas pelos pais, claro, pois a censura indicativa é para maiores de 16 anos. Há muitas questões maduras abordadas, como identidade de gênero e de sexualidade, liberdade e igualdade como princípios constitucionais, drogas e até o combate à depressão e pensamentos suicidas… Todas estas questões muito importantes até mesmo para o crescimento das futuras gerações que daqui a pouco aportam na adolescência e terão de lidar com tudo isso.

cena-do-filme-a-cidade-dos-piratas-baseado-nos-piratas-do-tiete-1505849196736_v2_1400x540

Debate sobre o filme com o cineasta Otto Guerra no 25º Festival de Vitória:

http://almanaquevirtual.com.br/25-festival-de-cinema-de-vitoria-debate-sobre-os-filmes-da-quinta-noite-competitiva/

Apresentação emocionada da noite de estreia no 25º Festival de Vitória do filme “A Cidade dos Piratas” por seu diretor Otto Guerra, que fala um pouco sobre o câncer que superou e como isso influenciou a realização do filme diretamente:

http://almanaquevirtual.com.br/25-festival-de-cinema-de-vitoria-apresentacao-dos-filmes-da-quinta-noite-competitiva/

Noite de premiação do 25º Festival de Vitória de onde o filme saiu premiado com os troféus de melhor direção e roteiro, com agradecimento especial do cineasta Otto Guerra:

http://almanaquevirtual.com.br/32269-2/

download (2)

download (1)