‘A Promessa’

Dirigido por Terry George, longa está em cartaz nos cinemas brasileiros.

por

17 de maio de 2017

O que poderia resultar numa trama folhetinesca, nas mãos do diretor Terry George sempre resulta em algo memorável. Foi assim no roteiro dele de “Em Nome do Pai” (1993), e na direção de “Hotel Ruanda” (2004). Ao retratar o julgamento de um integrante do Exército Republicano Irlandês ou o massacre da etnia Tutsi na África, George procura particularizar seus personagens e aproxima os sentimentos deles dos nossos, através de algo muito maior. O mesmo ocorre em “A Promessa” (2017), filme que mostra o genocídio do povo armênio, num dos mais chocantes e obscuros episódios da Primeira Guerra Mundial.

Charlotte Le Bon, Oscar Isaac e Christian Bale são os protagonistas deste longa ambientado no período da Primeira Guerra Mundial (Foto: Divulgação).

Charlotte Le Bon, Oscar Isaac e Christian Bale são os protagonistas deste longa ambientado no período da Primeira Guerra Mundial (Foto: Divulgação).

Ambientado em 1915, o longa retrata Mikael Boghosian (Oscar Isaac), um estudante de medicina em Constantinopla, hoje Istambul, que se apaixona pela bailarina Ana Khesarian (Charlotte Le Bon), namorada do jornalista americano Chris Myers (Christian Bale), este na região cobrindo a perseguição étnica das forças do império turco-otomano, aliadas da Alemanha, ao povo armênio, origem de Mikael e Ana.

 

O triângulo amoroso se vê diante de situações dramáticas e de luta pela sobrevivência. Mikael precisa salvar sua família. Mas quando o filme parece que vai cair numa trama de novela, o roteiro de Terry George e Robin Swicord, retoma o foco: a dureza do conflito e que o isso vai fazer com a vida desses três personagens. Logo vamos identificar o povo armênio com os refugiados sírios que suplicam por abrigo na Europa em sua caminhada de resistência pela liberdade, pela vida.

Apesar da negação histórica por parte dos turcos, inclusive com ataques na internet que pretendiam diminuir a importância do filme, que não admitem que o seu antigo império foi responsável pelo extermínio de um milhão e meio de armênios, alguns cidadãos desejavam contar essa história. “A Promessa” é uma produção financiada pelo empresário de Hollywood e dono de cassinos Kirk Kerkorian, que antes de morrer aos 98 anos, deixou 100 milhões de dólares para a realização do filme. De origem armênia, ele queria que fosse contada a parte esquecida da história da primeira guerra de um povo que resistiria mesmo durante a anexação pela antiga União Soviética, e que hoje resulta em uma nação independente. Aqui no Brasil tem em sua origem uma ilustre representante, a atriz Aracy Balabanian.

A produção, refinada na reconstituição da época e nas cenas de ação, tem no elenco, destaque para Oscar Isaac em mais um trabalho de extrema sensibilidade e sem excessos, um ator limpo e brilhante, comovente. Christian Bale, em um papel um pouco menor, mas não menos eficiente, apresenta mais um êxito na atuação. Filmado em Portugal, Espanha e Malta, com belíssima fotografia de Javier Aguirresarobe, “A Promessa” é mais uma oportunidade proporcionada pelo cinema de revelar uma história de ontem, com reflexos e semelhanças, com o hoje.

Avaliação Ana Rodrigues

Nota 4