Alguma Coisa Assim

por

14 de outubro de 2017

Filme surpreendeu, indo além do gênero e tratando de temas difíceis com propriedade

“Alguma Coisa Assim” de Esmir Filho e Mariana Bastos é o longa surpresa que o cinema comercial autoral brasileiro deveria sempre almejar ser. Consegue ser belo e divertido, além de alcançar substrato em temas difíceis de serem abordados com tanta propriedade: como um modelo de família “fora do padrão de família brasileira” tanto pró Queer quanto pró conscientização do direito de escolha ao aborto, numa analogia com o sistema legal adotado na Alemanha e também com o direito de inseminação e outras técnicas para casais do mesmo sexo, biologicamente falando.