APCA escolhe melhores filmes nacionais de 2015

Associação de Produtores de Cinema e Audiovisual consagra "Que Horas Ela Volta?"

por

03 de dezembro de 2015

APCA (Associação de Produtores de Cinema e Audiovisual) elege os melhores do ano, consagrando a bela carreira de “Que Horas Ela Volta?” de Anna Muylaert com o prêmio de filme e atriz para Regina Casé, mais uma vez pavimentando a provável indicação do filme ao Oscar 2016 de filme em língua estrangeira, pelo que será a 1ª vez que o filme de uma diretora mulher será indicado após 30 anos, quando Susana Amaral teve seu “A Hora da Estrela” contemplado pela pré-seleção sugerida pelo Minc como representante brasileiro anual para a Academia. Diferente de alguns diretores masculinos que já foram considerados algumas vezes neste meio tempo, como Cacá Diegues que já teve quatro filmes. O último e único filme a ganhar o Oscar em nome do Brasil foi “Orfeu Negro” de 1959, apesar de ter sido considerado candidato francês devido à produção mista. Caso “Que Horas Ela Volta?” ganhe o Oscar, não apenas será o primeiro filme dirigido por uma mulher a ter este prestígio, como oficialmente pela consideração técnica da própria Academia, o primeiro filme Brasileiro a ganhar a estatueta dourada, já que “Orfeu Negro” foi considerado para eles como um filme de produção francesa.

Vale ressaltar o reconhecimento de outros grandes filmes do ano, como o polêmico “Chatô”, que, mesmo após 20 anos de elaboração e inúmeros processos envolvendo especulações de desvio de verbas governamentais e sonegação de impostos, ainda assim deu a Guilherme Fontes o prêmio de melhor diretor. Outros laureados foram “Casa Grande” por seu roteiro de Fellipe Barbosa e Karen Sztajnberg, além de melhor ator para João Miguel por “A Hora e a Vez de Augusto Matraga” e fotografia para o lírico “A História da Eternidade”.
Filme: “Que Horas ela Volta?”,de Anna Muylaert (FOTO)
Diretor: Guilherme Fontes, por “Chatô, Rei do Brasil”
Roteiro: Fellipe Barbosa e Karen Sztajnberg por “Casa Grande”
Ator: João Miguel, por “A Hora e a Vez de Augusto Matraga”
Atriz: Regina Casé, por “Que Horas ela Volta?”
Documentário: “Orestes”, de Rodrigo Siqueira
Fotografia: Beto Martins, por “História da Eternidade”
Votaram: Edgard Olympio de Souza, Luiz Carlos Merten, Orlando Margarido e Walter Cezar Addeo