BBB21: Projota e Lucas e a solidariedade humana

A potência da arte na vida real

por

31 de janeiro de 2021

É impossível não ficar muito abismado e assombrado no momento com a reação persecutória e condenatória do público e da organização do programa do Big Brother Brasil com o caso Lucas Penteado, e o desamparo a uma necessidade, inclusive, de bem estar e saúde que aquele jovem está precisando.

Eis que surge a potência do papo reto que Projota teve com o Lucas no #BBB21 ! Sem falar que essa conversa é um BAITA estudo metalinguístico sobre autoria! Ele gerar reflexão no menino sobre como ele interpretou suas letras e a forma que leva a sua vida é extremamente poderoso!

E que bom que alguém teve solidariedade humana com o jovem que estava evidentemente colapsado pela pressão psicológica do programa. Há de se compreender que são vivências completamente diversas, e pessoas que já surtaram antes, como o doido do Prior, jamais foram tratadas como o público e organização do programa trataram Lucas ontem (aliás, achei o discurso do Leifert ontem extremamente irresponsável, tratando como mero entretenimento escapista a saúde mental e o surto patológico que um programa desses pode causar em vivências mais vulneráveis a esse tipo de suscetibilidade, vide Prior ano passado no BBB e recentemente Raíssa na Fazenda, que tiveram, inclusive, um tratamento completamente diverso e menos repreendido que o de Lucas. E isso não é querer vitimizá-lo de forma alguma, mas de solidariedade e compaixão  humanas, e entender que estamos lidando com vidas humanas e que pode haver repercussão muito séria, dentro e até mesmo depois, fora do programa).

A ponto da assessoria dele cometer o ato extremamente anti-ético de se desligar dele quando ele mais precisava, ao invés de pedir ajuda real e à altura da necessidade.

Quem quiser ver o papo na íntegra, HISTÓRICO, e uma lição de vida pra todos nós, procure no twitter da página comercial do próprio Projota, que os representantes dele postaram!

Há ali, pra além da leitura  do jogo, de querer ganhar o #BBB , uma leitura real, até mesmo de responsabilização de suas próprias letras. Achei foda essa auto leitura metalinguística da criação de sua arte com a vida, do encontro de pessoa física Thiago e persona jurídico-artística Projota num balanço de vida bem genuíno ali. Abre mil estudos de personalidade da fama e da arte em linguagem, que é o que estávamos falando de um legado que mudou a forma de fazer cinema a partir da música, vide “AmarElo” de Emicida.

https://twitter.com/Projota/status/1355746230601715714?s=19