Berlinale 2020: Noite de abertura e estatísticas de gênero

Número de diretoras mulheres vêm crescendo no Festival exponencialmente graças a várias políticas de fomento à diversidade

por

11 de fevereiro de 2020

noite de abertura 1

Berlinale 2020: Noite de abertura e estatísticas de gênero. Número de diretoras mulheres vêm crescendo no Festival exponencialmente graças a várias políticas de fomento à diversidade. Destaque também para convidados especiais para a Noite de abertura, além das estrelas do próprio filme que será exibido, “My Salinger Year”, incluindo Sigourney Weaver, como também outras estrelas do naipe de Javier Bardem, Cate Blanchett, Johnny Depp, Lars Eidinger, Salma Hayek, Nina Hoss, Sandra Hüller e muitas outras são esperadas.

Fonte: Divulgação oficial e Assessoria do Festival de Berlim. Tradução: Filippo Pitanga

noite de abertura 2

Berlinale Abertura ao vivo em toda a Alemanha: Com o amável apoio de ZDF / 3sat e CinemaxX, em 20 de fevereiro às 19h20, a Gala de Abertura da 70ª Berlinale e a estréia do filme de abertura serão transmitidas pela primeira vez nos cinemas de quatro cidades alemãs. Nos cinemas CinemaxX em Hamburgo-Dammtor, Munique, Essen e Halle (Saale), os espectadores podem acompanhar a abertura da Berlinale, apresentada por Samuel Finzi, ao vivo na tela grande. Isso será seguido pela estréia mundial de My Salinger Year pelo roteirista e diretor Philippe Falardeau. Além de Sigourney Weaver, que foi indicada a vários Oscars, o elenco de primeira classe inclui Margaret Qualley e Douglas Booth. A produção canadense-irlandesa é baseada no romance homônimo da escritora norte-americana Joanna Rakoff. Os ingressos e mais informações estão agora disponíveis em https://www.cinemaxx.de/film/my-salinger-year. A abertura da Berlinale também será transmitida ao vivo no dia 20 de fevereiro, às 19h20, no 3sat.

Listas de Convidados: Muitos convidados internacionais e alemães são anunciados para o 70º aniversário da Berlinale. Estrelas de renome como Javier Bardem, Cate Blanchett, Johnny Depp, Lars Eidinger, Salma Hayek, Nina Hoss, Sandra Hüller e muitas outras são esperadas. Uma visão geral detalhada dos convidados, bem como os contatos de imprensa associados, estão disponíveis para download no site da Berlinale a partir de agora.

O programa: De 22 a 28 de fevereiro, a Berlinale Goes Kiez apresenta filmes selecionados das várias seções do programa da Berlinale em locais fora do centro do festival em Potsdamer Platz. Assim, convida cordialmente os visitantes que amam o cinema a conhecer cineastas no âmbito de seu “próprio” cinema de programa e a se envolver em um intercâmbio direto com eles. A série é novamente complementada por uma triagem especial no Centro Correcional de Plötzensee, que está aberto ao público externo também este ano. O programa completo da Berlinale Goes Kiez pode ser encontrado

Berlinale em números: Além das estatísticas do filme, a Berlinale publica todos os anos a proporção de diretoras no programa Berlinale desde 2004. A avaliação se desenvolveu cada vez mais nos últimos anos. Uma primeira visão geral do relatório deste ano já está disponível. O monitoramento completo de gênero estará disponível a partir de 18 de fevereiro. Confira aqui para obter as estatísticas atuais:

Avaliação de gênero no campo da direção por pessoa (no geral programa da 70ª Berlinale)

Com base no banco de dados de filmes, os seguintes números são os resultados para o programa geral da Berlinale 2020 para a direção da disciplina.

Um total de 342 filmes será exibido no programa público Berlinale 2020 (2019: 400). Estes

342 filmes foram dirigidos por 364 pessoas, das quais:

  • 138 diretoras = 37,9% (2019: 45% *)
  • 207 diretores homens = 56,9% (2019: 52%)
  • 8 pessoas que escolheram “nenhuma das opções acima” = 2,2% (opção 2019 não disponível)
  • 11 pessoas sem informações fornecidas = 3% (2019: 3%)

Alguns diretores estão representados com vários filmes no programa Berlinale 2020. Entre os 342 filmes são obras históricas e avivamentos (por exemplo, no Retrospektive).

* O Retrospektive de 2019 foi dedicado ao cinema de diretoras da antiga RDA e FRG e portanto, mostrou exclusivamente filmes sob a direção feminina.

Avaliação de gênero no campo da direção por pessoa (sem filmes históricos.).

Dos 248 filmes avaliados (apenas produções atuais, sem retrospectivas etc.) no programa Berlinale, 291 pessoas participaram com base nas informações fornecidas quando os filmes foram inseridos no banco de dados Berlinale:

. 116 diretoras = 39,9%

. 162 diretores homens = 55,7%

. 9 pessoas que escolheram “nenhuma das opções acima” = 3,1%

. 4 pessoas sem informações fornecidas = 1,3%

Avaliação de gênero no campo da direção segundo o filme:

A avaliação das pessoas envolvidas nos filmes não reflete a proporção geral de gênero filmes, a maioria dos quais feitos por mulheres, homens ou pessoas com gênero alternativo atribuições (co-dirigidas).

O foco desta avaliação de monitoramento de gênero está, portanto, na proporção de gênero por filme. 248 filmes avaliados (apenas produções atuais, sem retrospectivas etc.) no programa Berlinale com base nas informações fornecidas na submissão de filmes no banco de dados Berlinale

. 96 filmes feitos exclusivamente por diretoras = 38,7% (2019: 37,1%)

. 128 filmes feitos exclusiva ou predominantemente por diretores do sexo masculino = 51,6% (2019: 55,3%)

. 7 filmes feitos exclusiva ou predominantemente com „nenhuma das opções anteriores” = 2,8% (2019: opção não disponível)

. 13 filmes com direção equilibrada = 5,3% (2019: 3,4%)

. 4 filmes feitos exclusiva ou predominantemente com “nenhuma informação fornecida” = 1,6% (2019: 4,2%)