Berlinale 2020: Programa de aniversário da Mostra Forum e Forum Expanded

No aniversário de 70 anos do Festival de Berlim, a Mostra Forum completa sua 50ª edição

por

28 de dezembro de 2019

Esquerda: Milena Dravić in W.R. – Misterije Organizma | W.R. – The Mysteries of Organism by Dušan Makavejev Centro: Robert Liensol in Soleil Ô | Oh, Sun by Med Hondo Direita: Berryt Bohlen, Bernd Feuerhelm in Nicht der Homosexuelle ist pervers, sondern die Situation, in der er lebt | It Is Not the Homosexual Who Is Perverse, But the Society in Which He Lives by Rosa von Praunheim (© PRO-FUN MEDIA)

Esquerda: Milena Dravić in W.R. – Misterije Organizma | W.R. – The Mysteries of Organism by Dušan Makavejev
Centro: Robert Liensol in Soleil Ô | Oh, Sun by Med Hondo
Direita: Berryt Bohlen, Bernd Feuerhelm in Nicht der Homosexuelle ist pervers, sondern die Situation, in der er lebt | It Is Not the Homosexual Who Is Perverse, But the Society in Which He Lives by Rosa von Praunheim (© PRO-FUN MEDIA)

Fonte: Divulgação oficial do Festival / Tradução e adições: Filippo Pitanga

O Berlinale Forum acontece pela 50ª vez em 2020. Em colaboração com o Forum Expanded, a seção apresentará os filmes exibidos no ano em que foi fundado para comemorar este aniversário. Trazer o programa de 1971 de volta à tela grande oferece uma maneira de examinar uma época tão agitada na sociedade quanto na cultura. A relação entre os filmes, seu contexto histórico e os nossos dias atuais será o assunto de um dia de painéis em 27 de fevereiro de 2020.

Quando Ulrich, Erika Gregor e seus colegas fundaram o Fórum Internacional do Novo Cinema, eles estavam de olho nas muitas inovações radicais do cinema, na turbulenta situação sócio-política e na necessidade de manter viva a história do cinema. Os filmes feitos em países que ainda não apareceram no mapa mundial do cinema celebraram suas estreias aqui, assim como aventuras formalistas e experimentos não narrativos. Clássicos do cinema conhecidos em todo o mundo já faziam parte do festival, juntamente com obras que mais tarde alcançariam o mesmo status. Eles também mostraram numerosos filmes de natureza abertamente política que foram impregnados pelo zeitgeist contracultural.

Hoje, vários filmes exibidos originalmente no Fórum são a peça central do arquivo de filmes independentes e radicais do Arsenal – Institute for Film and Video Art, que é a única coleção do gênero no mundo.  Em 2020, o Berlinale Forum e o Forum Expanded reproduzirão toda a edição de 1971 da seção. 21 programas serão exibidos durante o festival, com os 22 restantes a serem apresentados no Arsenal quando o festival terminar.

As perguntas centrais aqui são: Qual é o legado do primeiro ano do Fórum e que significado esse legado tem hoje? Como o Fórum se desenvolveu ao longo do tempo e o que aconteceu com o conceito de contracultura que foi de tão decisiva importância em 1971? Nas exibições e em um dia de discussões do painel em 27 de fevereiro de 2020, o público terá a oportunidade de discutir essas questões em profundidade com cineastas, acadêmicos e artistas.

Clássicos soviéticos do cinema, como Schastye (Felicidade), de Alexandr Medvedkin, fazem parte do programa de aniversário, assim como as principais obras feministas (The Woman’s Film, do Newsreel Group). Os documentários sobre o movimento dos direitos civis norte-americanos (O assassinato de Fred Hampton, de Howard Alk) são exibidos igualmente paralelamente a aspectos radicais inquietantes, como Ostia, de Sergio Citti, ou Gishiki (The Ceremony), de Nagisa Ōshima.  Uma visão geral dos filmes de aniversário do Fórum durante a Berlinale pode ser encontrada aqui:

https://www.berlinale.de/en/press/press-releases/films-forum.html