BFI London Film Festival 2018: Jonathan Pryce, um Quixote na tela, um Deus no palco

O BFI London Film Festival 2018 acontece até o dia 21 de outubro.

por

11 de outubro de 2018

"The Height of the Storm".

“The Height of the Storm”.

O BFI London Film Festival 2018, que começou na última quarta-feira, dia 10, com o drama “As Viúvas” (Widows – 2018), mas deu a largada para a Mostra Competitiva de sua 62a edição com a projeção de um título inglês: “Happy New Year, Colin Burstead”, no qual o diretor Ben Wheatley fala de um conflito familiar entre irmãos. Concorrem ainda este ano no envento as ficções “Pájaros de Verano”, de Cristiana Gallego e Ciro Guerra (Colômbia); “Destroyer”, de Karyn Kusama (EUA); “Lazzaro Felice”, de Alice Rohrwacher (Itália); “In fabric”, de Peter Strickland (Reino Unido); “Shadow”, do mestre Zhang Yimou (China); “Joy”, de Sudabeh Mortezai (Austria); “Tarde para morir joven”, de Dominga Sotomayor (do Chile, mas  produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira); “Sunset”, de László Nemes (Hungria); e o badalado “The old man & the gun”, de David Lowery (EUA), que tem Robert Redford, em vias planos de aposentadoria, como seu protagonista.

Nas projeções especiais do festival, fora de concurso, estão “Peterloo”, do inglês Mike Leigh; “Mirai”, animação do japonês Mamoru Hosoda; e o premiado “Museo”, com o galã mexicano Gael García Bernal.

Enquanto Londres respira cinema, um dos grandes nomes do showbusiness britânico, o ator Jonathan Pryce, que está no festival com “The Man Who Killed Don Quixote”, de Terry Gilliam, sobe aos palcos com a peça “The Height of the Storm”, ao lado de Eileen Atkins. Trata-se de uma história familiar que é um dos grandes destaques da temporada teatral londrina.

O BFI London Film Festival 2018 acontece até o dia 21 de outubro.

 

Confira outros vídeos no canal oficial do Almanaque no YouTube:

https://www.youtube.com/user/almanaquista