Boneco do Mal

Primo rico de Chucky não convence

por

22 de fevereiro de 2016

Explorando o tema “bonecos do mal”, o diretor William Brent Bell tenta renovar o gênero com este thriller psicológico que faz referências a vários filmes como, “Poltergeist” (1982), “Dolls” (1987), “Brinquedo Assassino” (1988) e o recente “Anabelle” (2014).

BM02

Durante os trinta minutos de projeção, “Boneco do Mal” (The Boy) investe em elementos manjados e em uma cenografia digna dos antigos filmes da produtora inglesa Hammer. O início é bem promissor e captura a atenção do espectador quando a americana Greta (Lauren Cohan) viaja para a Inglaterra a fim de trabalhar como babá de Brahms – o único filho dos Heelshire, um elegante casal de idosos. Lá chegando depara-se com um estranho boneco de porcelana que é tratado como se estivesse vivo.  Para incrementar o mistério ela recebe uma lista com dez regras que nunca devem ser desrespeitadas para não contrariar Brahms.

BM01

A mansão dos Heelshire merece destaque pela forma como sua ambientação barroca é explorada através de suaves movimentos de câmera que remete a “Crimson Peak”, o mais recente trabalho de Guillermo Del Toro. O boneco Brahms é bastante assustador (quase um primo rico de Chucky) e o segredo que envolve sua história é revelado aos poucos em alguns momentos perturbadores.

Mas o roteiro assinado pelo estreante Stacey Menear põe tudo a perder, colocando em segundo plano os interessantes elementos sutis apresentados no início da história, recorrendo aos cansativos truques dos pesadelos e apelando para elementos inverossímeis (como a aparição do violento ex marido de Greta que cai de pára-quedas no final da história). A construção dos personagens é mal explorada e o clima de crescente loucura vivido por Greta é abandonado em prol de uma revelação muito mal executada (com uma apelativa opção para uma sequência).

bm03

“Boneco do Mal” (The Boy) não chega a ser uma completa furada para quem procura diversão descartável, mas é frustrante assistir a incapacidade do atual cinema de horror em lidar com ousadia e inovação.

 

Boneco do Mal (The Boy)

Eua, China, Canadá, 2015

Direção: Willian Brent Bell

Com: Lauren Cohan, Rupert Evans, Jim Norton, Diana Hardcastle

Avaliação Zeca Seabra

Nota 2