Brooklin

Simplicidade palpável

por

13 de fevereiro de 2016

Dentre os indicados ao Oscar de melhor filme deste ano, “Brooklin” se destaca com uma proposta que segue o caminho inverso de seus concorrentes.  Sem grandes conflitos ou cenas de forte apelo visual, esta crônica romântica com cara de cartão postal dos anos 50, é o tipo de filme que cativa pela naturalidade e carinho com que trata seus personagens.

BR04

A conservadora e careta Irlanda é o ponto de partida para a emancipação de Eilis (a espetacular Saoirse Ronan) que se lança em uma viagem rumo ao desconhecido. Sem grandes acontecimentos, vamos conhecendo a personalidade de uma jovem determinada, mas ao mesmo tempo saudosa e carente do convívio familiar, dilemas tão comum a qualquer ser humano. Afinal quem nunca sonhou em abandonar sua vidinha chata e modorrenta e partir para um lugar com possibilidades melhores, mesmo que sofra com o abandono de sua zona de conforto?

BR01

Adaptado por Nick Hornby (o mesmo de “Livre”) de um romance escrito pelo irlandês Colm Tóibin, o roteiro consegue capturar o interesse do espectador convidando-o a participar de uma viagem sentimental e nostálgica repleta de personagens realmente cativantes. O diretor John Crowley não encontra dificuldades em explorar os conceitos sobre esperança e desilusões de uma jovem que sai de sua cidade natal em busca de oportunidades melhores em uma metrópole e apresenta uma narrativa sem grandes apelações, mas repleta de sutilezas. O desabrochar da jovem Eilis é compartilhado com a platéia que se identifica com os suaves códigos narrativos infiltrados em belas sequências muito bem fotografadas (como a caminhada pelo bairro). Vale ressaltar a importância da fotografia do canadense Yves Bélanger (injustamente não indicado ao Oscar), trabalho vital para construção dos sentimentos de Eilis em busca de sua identidade.

BR02

Brooklyn é um filme com uma simplicidade tão palpável que deixa o espectador plenamente satisfeito (e empolgado) com os rumos que vida, às vezes, pode tomar.

BR03

Brooklin (Brooklyn)

Reino Unido, Irlanda, Canadá, 2015. 111 min.

Direção: John Crowley

Com: Saoirse Ronan, Emory Cohen, Jim Broadbent, Julie Walters

Avaliação Zeca Seabra

Nota 4