Champagne

por

06 de outubro de 2014

Alfred Hitchcock conquistou a alcunha de mestre do suspense com filmes como “Festim Diabólico” (1948), “Janela Indiscreta” (1954) e “Psicose” (1960), mas não limitou sua produção artística ao gênero. Em 1928, durante a fase inglesa de sua carreira, o diretor aventurou-se nas comédias, apresentando “A Mulher do Fazendeiro”, a divertida história de um fazendeiro viúvo à procura de uma nova esposa. No mesmo ano, ele dirigiu “Champagne”, considerado pelo próprio diretor o seu pior filme.

3141

O filme narra a história da filha mimada (Betty Balfour) de um milionário (Gordon Harker), que foge de casa para encontrar seu namorado (Jean Bradin) em um cruzeiro. Lá ela conhece um homem requintado e sedutor (Ferdinand von Alten), que passa a disputar sua atenção. Após descobrir que seu pai está falido, ela precisa pôr de lado a sua vaidade e começar a trabalhar para se sustentar.

8103

“Champagne” aposta na estrutura narrativa que viria a se tornar modelo para as comédias românticas: um desentendimento provoca o afastamento do casal e a aproximação de um rival, mas uma virada dramática promove a reaproximação dos amantes e reforça o vínculo que nunca deixou de existir. Apesar da boa construção dos personagens, o filme não engrena e a diversão é constantemente adiada para um momento futuro que acaba não acontecendo. Apostando em um humor mais singelo e cotidiano, faltam à obra a ironia e o sarcasmo que eram a marca registrada de Hitchcock e fizeram de seu antecessor, “The Farmer’s Wife” (no original), hilariante.

champagne-lovers

O aspecto positivo da obra são os efeitos técnicos interessantíssimos, como o movimento de câmera que simula o balanço do mar, alguns efeitos visuais engenhosos e, ainda, o excelente uso de cores, principalmente no figurino da filha, que contrasta o brilho dos tempos de festa com as cores mais fechadas e contidas da pobreza. Isso, contudo, não foi suficiente para impedir que Hitchcock cometesse o primeiro de seus raríssimos equívocos.

Festival do Rio 2014 – Clássicos Alfred Hitchcock

Champagne (Champagne)

Reino Unido, 1928, 105 minutos.

Direção: Alfred Hitchcock.

Com: Betty Balfour, Gordon Harker, Ferdinand von Alten.


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52