Cine PE 2017: ‘Los Leones’

Dirigido por André Lage, documentário foi exibido na Mostra Competitiva Longas-Metragens da 21a edição do Cine PE.

por

09 de julho de 2017

Exibido na Mostra Competitiva Longas-Metragens da 21a edição do Cine PE, o documentário “Los Leones” (2017) mostra o cotidiano da travesti Mariana Koballa e de seu companheiro, Raul, ficando no meio do caminho entre o Realismo Poético e o Naturalismo.

Documentário fica no meio do caminho entre o Realismo Poético e o Naturalismo (Foto: Divulgação).

Documentário fica no meio do caminho entre o Realismo Poético e o Naturalismo (Foto: Divulgação).

Dirigido por André Lage, o longa rompe com a estrutura clássica do documentário para somente observar a vida do casal na ilha argentina de Tres Bocas. Lugar pobre na região de Delta del Tigre, o local é utilizado como uma espécie de exílio para pessoas que vivem, ou sobrevivem, à margem da sociedade.

Desenvolvido sem pressa, o documentário começa com uma cena do casal dormindo ao lado de um de seus cachorros, mas é tão alongada que dá a impressão de se tratar de um filme experimental que acompanha o sono dos dois. É uma cena cuja duração não se justifica, pois não agrega absolutamente nada à obra.

Optando por reverenciar Mariana a todo instante, o documentário não a desafia com a câmera, perdendo a oportunidade de levantar a urgente questão sobre inclusão social e tecer uma crítica à dura realidade não apenas da protagonista e de seu companheiro, mas de todos que ali residem.

Ao abrir mão da crítica social e dos questionamentos em torno do casal, “Los Leones” não consegue despertar a curiosidade nem prender a atenção do espectador, pois em nenhum momento diz a que veio.

Avaliação Ana Carolina Garcia

Nota 2