Cinema Brasil-Alemanha terá programação gratuita na Casa de Cultura Laura Alvim

Ao todo, sete produções serão exibidas como parte das comemorações aos 175 anos da Sociedade de Beneficência Humboldt

por

03 de abril de 2019

(FONTE: DIVULGAÇÃO OFICIAL)

De 12 a 14 de abril, a Sociedade de Beneficência Humboldt vai promover a “Mostra SBH 175 anos | Cinema Brasil-Alemanha“, com entrada franca, na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema.

A programação inclui produções com temáticas que abordam diversos aspectos da cultura alemã, além das perspectivas dos imigrantes e colônias alemãs no Brasil. A curadoria da mostra, que vai reunir documentários e obras de ficção, entre filmes estrangeiros e nacionais, é da cineasta Rejane Zilles. Entre as produções selecionadas está “Die Andere Heimat – A Outra Pátria“, do cineasta alemão Edgar Reitz, ainda inédito em circuito comercial no Brasil, e “Walachai”, documentário assinado pela curadora da mostra, que vai participar de bate-papo com o público após a sessão, no sábado, 13, às 20h.

"Die Andere Heimat – A Outra Pátria", do cineasta alemão Edgar Reitz

“Die Andere Heimat – A Outra Pátria”, do cineasta alemão Edgar Reitz

“Além de celebrar os 175 anos da nossa Instituição, o objetivo da mostra é disseminar e proporcionar o acesso à cultura, ao idioma alemão e, principalmente, à interseção cultural entre Brasil e Alemanha”, diz Hans Joachim Wolff, Diretor-Presidente da SBH, mantenedora do Colégio Cruzeiro e do Retiro Humboldt.

A Mostra, que tem o apoio do Consulado da Alemanha no Rio de Janeiro e do Goethe-Institut, também integra as comemorações da Semana de Língua Alemã, iniciativa promovida pelas Embaixadas e Consulados dos países onde o idioma alemão é a língua oficial – Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e Suíça – e que tem por objetivo oferecer ao público a oportunidade de conhecer a diversidade do idioma nativo mais falado na Europa.

"Os Mucker", de Jorge Bodanzky e Wolf Gauer

“Os Mucker”, de Jorge Bodanzky e Wolf Gauer

A entrada é franca e serão distribuídas senhas na bilheteria do cinema, por ordem de chegada. A lotação da sala é de 53 lugares.

Mostra SBH 175 anos | Cinema Brasil – Alemanha

Datas: 12 a 14 de abril

Local: CASA DE CULTURA LAURA ALVIM

Endereço: Av. Vieira Souto, 176 – Ipanema – Rio de Janeiro – RJ

www.sociedadehumboldt.org.br/mostrasbh

Programação:

12/04 – Sexta-feira

 –

18h – OS MUCKER

Direção: Jorge Bodanzky; Wolf Gauer

FIC | 1h 47min| 1978 | Classificação: 16 anos | Brasil

20h – DIE ANDERE HEIMAT – A OUTRA PÁTRIA

Direção: Edgar Reitz

Ficção | Duração: 3h 51min | Ano: 2013 | Alemanha

13/04 – Sábado

 

18h – STEFAN ZWEIG: ADEUS EUROPA

Direção: Maria Schrader

FIC | 1h 46min| 2016 | Classificação: 12 anos | Áustria, Alemanha e França

20h – WALACHAI*

Direção: Rejane Zilles

Documentário | Duração: 1h 24min| Ano: 2013| Classificação: Livre | Brasil

*Após a Sessão, haverá um bate-papo com presença da diretora

14/04 – Domingo

 

17h – FÜR IMMER – GERAÇÕES

Direção: Marcelo Collar

Documentário| Duração: 47 min | 2018 | Classificação: Livre | Brasil

18h – OUTRO SERTÃO

Direção: Soraia Vilela; Adriana Jacobsen

Documentário| Duração: 1h 13min | 2013 | Classificação: 10 anos | Brasil

19h30 – CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS

Direção: Marcelo Gomes

Ficção| Duração: 1h 39min | Ano: 2005 | Classificação: 14 anos | Brasil

"Cinema, Aspirinas e Urubus", de Marcelo Gomes

“Cinema, Aspirinas e Urubus”, de Marcelo Gomes

 

Sobre a SBH

O passado da Sociedade de Beneficência Humboldt (SBH) está intimamente ligado ao da colônia alemã do Rio de Janeiro. A partir de 1840, cerca de mil imigrantes por ano, em sua maioria artesãos, estabeleciam-se no Rio de Janeiro atraídos pelos incentivos à imigração. No início, muitos destes lutavam com dificuldades, o que levou à fundação do Deutscher Hilfsverein (Sociedade de Beneficência Allemã), em 23 de fevereiro de 1844. Para garantir uma educação adequada aos filhos dos imigrantes, a Sociedade decidiu fundar sua própria escola. Em 1862, a Deutsche Schule (Escola Alemã) iniciou suas atividades. Em 1947, passou a chamar-se Colégio Cruzeiro e, atualmente, possui duas unidades em funcionamento, no Centro e em Jacarepaguá, soma cerca de 4.000 alunos e é uma das escolas mais antigas e tradicionais da cidade.

Completando 175 anos de serviços ao Rio de Janeiro, atualmente a Sociedade de Beneficência Humboldt é responsável pelo Colégio Cruzeiro e pelo Retiro Humboldt, lar de idosos fundado em 1935 e localizado em Jacarepaguá. Ao longo de seus anos de atuação, foi além de seu objetivo inicial de auxiliar os imigrantes alemães recém-chegados ao Brasil e é, hoje, parte inegável da história da cidade e da vida de milhares de pessoas que estudaram, trabalharam, foram atendidas pelos trabalhos de Ação Social ou moraram no Retiro Humboldt. Perfeitamente integrada na sociedade brasileira, a SBH é uma ponte importante entre as culturas brasileira e alemã.