‘Com Amor, Simon’

Dirigido por de Greg Berlanti, longa estreia nesta quinta-feira, dia 05.

por

04 de abril de 2018

Comédias românticas adolescentes sempre fizeram muito sucesso junto ao público, mas relegaram relacionamentos homossexuais a subtramas de pouco destaque. Mas este não é o caso de “Com Amor, Simon” (Love, Simon – 2018), que entra em cartaz no Brasil nesta quinta-feira, dia 05.

Popularmente conhecido como o Zach de “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros”, Nick Robinson é o protagonista de “Com Amor, Simon” (Foto: Divulgação).

Popularmente conhecido como o Zach de “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros”, Nick Robinson é o protagonista de “Com Amor, Simon” (Foto: Divulgação).

Dirigido por de Greg Berlanti, o longa baseado na obra “Simon vs. the Homo Sapiens Agenda”, de Becky Albertalli, conta a história de Simon Spier (Nick Robinson), jovem de 17 anos que conta os dias para a formatura do Ensino Médio. Evitando julgamentos e preconceitos, Simon mantém sua opção sexual em segredo, porém sua vida sofre uma drástica mudança após um colega postar no blog do colégio que é homossexual, assinando o texto como Blue. Imediatamente, Simon assume o codinome Jacques e entra em contato com o garoto, por quem logo se apaixona. Mas a paixão e a obsessão em descobrir quem Blue realmente é o coloca numa situação complicada, pois é ameaçado por outro jovem que descobriu o seu segredo e exige que ele o ajude a conquistar uma menina.

Dialogando com muita naturalidade com o público, “Com Amor, Simon” é uma produção importante em tempos de intolerância porque aborda o primeiro amor sob a ótica de um jovem homossexual e o seu medo de contar a todos sua opção sexual de maneira sensível, livre de estereótipos e panfletos. E este é o grande acerto do longa que tem como principais alicerces o roteiro bem estruturado e a atuação de todo o elenco.

Dirigido por de Greg Berlanti, o longa mostra a importância do apoio familiar na vida de adolescentes (Foto: Divulgação).

Dirigido por de Greg Berlanti, o longa mostra a importância do apoio familiar na vida de adolescentes (Foto: Divulgação).

Neste ponto, o protagonista Nick Robinson surge como a escolha perfeita para o papel, pois constrói Simon com sensibilidade e carisma, explorando com muita dignidade as suas dúvidas, inclusive no que tange à aceitação familiar. E, por falar no núcleo familiar do personagem, é válido ressaltar a comunhão entre Robinson, Jennifer Garner (Emily), Josh Duhamel (Jack) e Talitha Eliana Bateman (Nora), que interpreta a irmã do jovem, a primeira a descobrir o seu segredo e apoiá-lo incondicionalmente.

Evocando produções adolescentes da década de 1990, principalmente “Nunca Fui Beijada” (Never Been Kissed – 1999), de Raja Gosnell, “Com Amor, Simon” respeita a essência de cada personagem, dosando com muita perspicácia drama, romance e humor. O resultado é uma produção cativante que mostra a importância do apoio familiar para o indivíduo, transmitindo ainda a mensagem de respeito e tolerância numa sociedade que tem a hipocrisia como uma de suas principais características.

 

Confira o trailer oficial legendado:

Avaliação Ana Carolina Garcia

Nota 4