DGA premia pela segunda vez consecutiva o diretor Iñárritu

Sindicato Americano dos Diretores realizou feito inédito premiando pela primeira vez o diretor Alejandro González Iñárritu como melhor diretor pelos segundo ano consecutivo

por

07 de fevereiro de 2016

DGA, o Sindicato Americano dos Diretores, realizou feito inédito premiando pela primeira vez o diretor Alejandro González Iñárritu como melhor diretor pelos segundo ano consecutivo, em 2015 por “Birdman” e agora em 2016 por “O Regresso”, vencendo do antes favorito George Miller por “Mad Max: Estrada da Fúria.

Anteriormente, no SAG Awards 2016, o filme “Spotlight: Segredos Revelados” ganhou como Melhor Elenco, o que deu mais força na sua corrida de Filme. E no PGA Awards 2016, “A Grande Aposta” foi honrado como a Melhor Produção do Ano, um sinal mais do que positivo. Já no Globo de Ouro, “O Regresso” levou como Melhor Filme em Drama. Enquanto que “Mad Max: Estrada da Fúria” ganhou a maioria dos prêmios dos críticos americanos

Pela primeira vez em muitos anos, a categoria do Oscar de Melhor Filme não vê uma disputa tão indecisa, imprevisível e com possibilidades de surpresas. Neste momento, “O Regresso”, “A Grande Aposta” e “Spotlight” têm chances (praticamente) iguais de levar o principal prêmio da indústria cinematográfica, o Oscar de Melhor Filme.

Confira Lista Completa:

Melhor Direção em Longa Metragem:

  • ALEJANDRO G. IÑÁRRITU por“O Regresso” – VENCEDOR

 

  • TOM MCCARTHY por “Spotlight: Segredos Revelados”

 

  • ADAM MCKAY por“A Grande Aposta”

 

  • GEORGE MILLER por “Mad Max: Estrada da Fúria”

 

  • RIDLEY SCOTT por “Perdido em Marte”

Melhor Direção em Documentário:

  • Matthew Heineman por “Cartel Land” – VENCEDOR

 

  • Jimmy Chin e Elizabeth Chai Vasarhelyi por “Meru”

 

  • Liz Garbus por “What Happened, Miss Simone?”

 

  • Alex Gibney por “Going Clear: Scientology and the Prison of Belief”

 

  • Asif Kapadia por “Amy”

Melhor Direção Estreante:

  • FERNANDO COIMBRA por “O Lobo Atrás da Porta”

  • JOEL EDGERTON por“O Presente”

 

  • ALEX GARLAND por “Ex Machina: Instinto Artificial” – VENCEDOR

 

  • MARIELLE HELLER por “The Diary of a Teenage Girl”

  • LÁSZLÓ NEMES por“Filho de Saul”