“Diamantino” encerra a Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem

28º Cine Ceará encerra sua competição de longas e curtas esta noite

por

10 de agosto de 2018

Nessa sexta (10/08) o 28º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema contará com a exibição do longa “Diamantino”, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt. O filme foi o vencedor do Grande Prêmio da Semana da Crítica no Festival de Cannes e vai encerrar a Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem. O filme mostra um famoso jogador de futebol que ao ver sua carreira em declínio entra numa odisseia delirante em que confronta o neofascismo, se envolve com a crise de refugiados, modificação genética, até a busca pela origem da genialidade. O filme terá sua primeira exibição no Brasil durante o festival. Estarão presentes na sessão as atrizes do filme Cleo Tavares e Maria Leite.

Na Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem serão exibidos “Só Por Hoje”, de Sabrina Garcia; “Capitais”, de Kamilla Medeiros e Arthur Gadelha e “A escolha de Isaac”, de Sergio GAG. Na mesma noite será feita uma homenagem aos 10 anos de criação do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade de Fortaleza.

Na Praça do Ferreira acontece o último dia do projeto Cinema na Praça contando com a exibição de “O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão”, de J.B. Tanko.

Também na parte da tarde no Cinema do Dragão serão exibidos os longas “Panamá Al Brown, quando o punho abre”, de Carlos Aguilar Navarro e “Muitos filhos, um macaco e um castelo”, de Gustavo Salmerón.

De manhã, às 10h, o Hotel Oásis Atlântico recebe o debate com os realizadores e equipes do curta e longas exibidos quinta (09/08), com a presença do diretor Rubén Mendonza de “Senhorita Maria, a saia da montanha”; da diretora Conceição Senna e a produtora Aída Marques do documentário “Anjos de Ipanema” e dos realizadores do curta “O Cozinheiro”.

O Festival

O 28º Cine Ceará acontecerá de 04 a 11 de agosto, numa promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Lei Estadual Nº 13.811), do Ministério da Cultura, via Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema (Ancine), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secultfor. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e Bucanero Filmes. Patrocínio: SP Combustíveis, M. Dias Branco, Banco do Nordeste, Café Santa Clara e Indaiá. Agradecimentos: Enel e Oi.

FONTE: DIVULGAÇÃO