Direito e Cinema são temas de aula gratuita na Fundação Getúlio Vargas

Autor de dois livros sobre o tema, Gabriel Lacerda abre o diálogo com o público, nesta sexta-feira.

por

06 de novembro de 2014

Existe uma máxima que os americanos adoram filmes de tribunais, mas a verdade é que não só eles, mas o espectador de uma forma geral curte tramas bem amarradas, tendo como pano de fundo uma boa, inteligente e, muitas vezes, cruel disputa gabriel-lacerdajudicial. O cinema mundial está cheio de exemplos e a TV, cada vez mais cinematográfica, também.

Antenado nesse “canal” existente entre a dramaturgia e o Direito, o professor Gabriel Lacerda (foto) vai dar uma aula aberta, nesta sexta-feira, 7, às 11 da manhã, na Fundação Getúlio Vargas. O evento gratuito vai acontecer após a sessão de Sobral, O Homem que Não Tinha Preço, documentário (abaixo) sobre um dos maiores juristas do Brasil.

sobral2.jpgNazismo-cinema-e-direitoLacerda é autor dos livros “O Direito no Cinema” e “Nazismo, Cinema e Direito”, e os escreveu para instrumentalizar o ensino do direito através do cinema. Ele foi um dos fundadores da FGV Direito Rio, criada em 2007, e, segundo ele, “as aulas de Direito e Cinema foram pensadas para ser uma atividade complementar ao curso. Nelas, os filmes são exibidos para serem discutidos. Não para ensinar Direito, mas para mostrar como o Direito se relaciona com a sociedade”.

Se bateu curiosidade sobre títulos citados na publicações, são cerca de 120 filmes comentados, pinçando frases e cenas de destaque, entre eles, 12 Homens e Uma Sentença (1997), Kramer versus O Direito no CinemaKramer (1979), Erin Brockovich: Uma Mulher de Talento (2000) O Povo contra Larry Flynt (1996), entre muitos outros.

SERVIÇO
Aula aberta de Direito e Cinema
Data: 07/11 – sexta-feira,
Horário: 11h00
Entrada Franca
Local: Fundação Getulio Vargas, Praia de Botafogo, 190, sala 809