‘Documentários Nelson Hoineff’: box com seis DVD’s já está à venda

Documentários sobre Portela e Chacrinha fazem parte do box.

por

07 de março de 2017

Um dos mais conceituados especialistas em televisão e cinema do país, Nelson Hoineff lançou recentemente o box “Documentários Nelson Hoineff”, que reúne seis DVD’s: “82 Minutos” (2015), “Alô, Alô, Terezinha!” (2008), “Cauby – Começaria Tudo Outra Vez” (2015), “Caro Francis” (2009), “O Homem Pode Voar” (2006) e “Documento Especial – Vol. 1”.

Chamado por muitos de “o maior espetáculo da Terra”, o carnaval carioca não é apenas sinônimo de folia, mas de uma competição que envolve rios de dinheiro e muitos segredos nos barracões nos meses que a antecedem. Isso é abordado em “82 Minutos”, que leva para a tela os bastidores dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro através da Portela, uma das agremiações mais tradicionais da cidade e, coincidentemente, a grande campeã deste ano. Para isso, o diretor faz uma viagem que começa com a escolha do samba e termina na apuração dos votos do Carnaval 2015 – quando a escola de Madureira chegou em quinto lugar –, passando pelo desfile propriamente dito na Marquês de Sapucaí.

Se o carnaval é a maior festa da cultura popular brasileira, Abelardo Barbosa é um de seus maiores ícones e também teve a sua trajetória contada num documentário dirigido por Nelson Hoineff: “Alô, Alô, Terezinha!” (2008). Ao longo de 90 minutos de duração, este longa mostra a carreira de um homem que transformou abacaxi em troféu e lançou diversos artistas no cenário musical do país. Popularmente conhecido como Chacrinha e carinhosamente chamado de Velho Guerreiro, Abelardo Barbosa exerceu um papel fundamental no desenvolvimento da televisão brasileira, tornando-se um dos mais importantes comunicadores do país, sempre tendo a irreverência como marca registrada. Este documentário reúne imagens de arquivo e depoimentos de nomes como Elke Maravilha, Roberto Carlos, Agnaldo Timóteo, Fábio Júnior e Cauby Peixoto, o protagonista de “Cauby – Começaria Tudo Outra Vez”.

“Alô, Alô, Terezinha!” conta a trajetória do Velho Guerreiro (Foto: Divulgação).

“Alô, Alô, Terezinha!” conta a trajetória do Velho Guerreiro (Foto: Divulgação).

A ideia de produzir um documentário sobre Cauby Peixoto surgiu após Hoineff ter assistido a um show do cantor no Rio, de acordo com o próprio diretor em entrevista concedida à revista Época em outubro de 2013. Lançado um ano antes da morte do artista, “Cauby – Começaria Tudo Outra Vez” mostra os altos e baixos da carreira do intérprete de “Conceição”, sucesso composto por Nelson Souto e Antônio Carlos de Sousa e Silva, através de depoimentos e imagens de arquivo, inclusive do acervo pessoal de Cauby. No entanto, o seu trunfo principal é a participação do cantor, que deu livre acesso ao diretor, possibilitando que ele retratasse não apenas sua trajetória profissional, mas também pessoal.

A irreverência e acidez de Paulo Francis (Foto: Divulgação).

A irreverência e acidez de Paulo Francis (Foto: Divulgação).

Mais do que livre acesso, Nelson Hoineff abriu mão da isenção jornalística, como ele mesmo afirmou em entrevista à Folha de São Paulo, para levar para as telas a trajetória de um velho amigo, o jornalista Paulo Francis, em “Caro Francis”. Lembrado por sua irreverência e acidez, Francis era uma personalidade polêmica que se destacou no jornalismo ainda no período da ditadura, ficando conhecido também por seu posicionamento político, refletido em seus comentários e textos.

 

O outro documentário em longa-metragem que integra este box também retrata uma personalidade importante: Alberto Santos Dumont, homem que está no centro da antiga e interminável polêmica entre brasileiros e americanos sobre a paternidade da aviação – o mineiro ou os irmãos Wright. “O Homem Pode Voar” mostra a trajetória de Santos Dumont, tendo como principal trunfo imagens do voo definitivo do 14-bis e tantas outras pouco conhecidas do inventor – inéditas à época do lançamento.

Como citado anteriormente, além dos longas-metragens produzidos para a tela grande, o box inclui um DVD com cinco episódios do programa “Documento Especial”, criado, dirigido e produzido por Nelson Hoineff no final dos anos 1980. Inicialmente exibido na extinta Rede Manchete, esta espécie de “Globo Repórter” de conteúdo e imagens mais impactantes passou ainda pelo SBT e pela Rede Bandeirantes. Os episódios selecionados para “Documento Especial – Vol. 1” são: “Delírio na Madrugada”, “Os Pobres Vão à Praia”, “Surfe em Alta Tensão”, “Um Sonho de Ser Mulher / Perdidas na Noite / Natureza Imperfeita” e “As Feras da Galeria / Profissão: Prostituto”.