Entrevista com Johnny Hooker: o músico e o artista cinematográfico

O artista irá atuar no próximo filme dirigido por Marina Person, e cita de Madonna a James Baldwin para falar de resistência cultural e social à censura do governo atual

por

04 de novembro de 2019

Tivemos a chance de conversar com esse artista magnífico, super engajado e de sorriso cativante sobre sua profunda ligação com o cinema, suas influências cinematográficas e seus futuros trabalhos, sem falar numa incrível resistência cultural e social à censura do atual governo. Confiram! Curtam, compartilhem e se inscrevam no canal.

Entrevista realizada no 26° Festival de Vitória através do qual o cantor teve a oportunidade de se apresentar pela primeira vez na cidade, no Viradão Cultural a convite de Lucia Caus, onde aproveitou e fez uma belíssima homenagem à sua mãe, Liz Donovan, que também trabalha com a sétima arte e estava como jurada no Festival. Preparem-se, pois é uma entrevista de cinema com este grande artista musical que cada vez mais ingressa na sétima arte, retroalimentando a sua música! Johnny ainda confirma que irá atuar no próximo filme de Marina Person. — Se ainda não viu o longa cult anterior de Marina, vá ver agora o delicioso “Califórnia”!

Sobre a resistência à censura do atual governo, Johnny traz uma citação recente de Madonna referenciando James Baldwin, para falar de resistência cultural e social à censura do governo atual, especialmente pelos direitos afirmativos e identitários como LGBTQIA+

“O dever do artista é perturbar a paz”

Apresentação: Filippo Pitanga
Edição: Beto Menezes
Consultoria: Samantha Brasil
Produção: Networking Assessoria

IMG-20191031-WA0017