Festival em BH apresenta a estética de Latifa Said ao Brasil

Diretora franco-argelina aclamada em mais de 70 mostras internacionais exibe 'Terrain Vague' no FESTiFRANCE, em Minas Gerais

por

07 de setembro de 2018

download Curta Terrain Vague

Rodrigo Fonseca
Alegoria sobre a faísca inerente à fricção do Querer com a Solidão, o filme Terrain Vague, joia da franco-argelina Latifa Said, enfim será exibido no Brasil, após uma estrada de sucesso em algumas das mais importantes mostras de cinema do mundo: passou por 70 festivais, em 30 países, arrebatando uns 17 prêmios. Neste Dia da Independência, 7 de setembro de 2018, o belíssimo trabalho de direção de Latifa será exibido às 19h, no FESTiFRANCE, em Minas Gerais. A sessão será no MIS Santa Tereza, em Belo Horizonte. Esse festival surgiu em 2015, focando na competição de curta, média e longa metragem, com filmes de produtoras audiovisuais francesas. Latifa contou com o cineasta português Rodrigo Areias (de “1960”, “Tebas”) como produtor nesta história de (des)amor sobre um fustigado trabalhador do Magreb às voltas com o exercício do desejo em um encontro com uma desencantada garota de programa. Seu empenho de intercâmbio ganha tons poéticos com a inclusão desta quase love story em perto & branco, fotografada por Yannig Dumoulin. Realizadora de “Jours intranquilles” (2016), Latifa tem Slimane Daze e Delphine Grandsart como protagonistas. Slimane chamou a atenção da crítica em sua atuação em cults como “Les derniers parisiense” (2016) e “O profeta” (2009).
Iniciado no dia 4, o FESTiFRANCE segue até o dia 16 em BH.