Filmes de quinta

Uma casa voadora e um thriller juvenil sabor vatapá marcam a programação de cinema da TV deste dia

por

30 de outubro de 2014

Up: Altas aventuras

“Up”. De Pete Docter e Bob Peterson (EUA, 2009)

Filme de abertura no Festival de Cannes de 2009, esta produção da Pixar orçada em US$ 175 milhões mobilizou a mais importante mostra de cinema do planeta com uma discussão sobre a importância do 3D para a indústria do audiovisual. Sua trama arrebatou multidões, contabilizando uma bagatela de US$ 731 milhões em venda de ingressos, ao narrar o desabrochar da amizade entre um velhinho, o Sr. Frederickson, e um pequeno escoteiro, Russell. A relação entre os dois começa em um local inusitado – uma casa voadora, puxada por bexigas de gás – e uma circunstância mais inusitada ainda: uma jornada deste lar maluco pelos céus. No Brasil, o filme teve um apelo a mais: a voz de Frederickson foi dublada pelo humorista Chico Anysio. Dois Oscars coroaram este projeto: o de melhor longa de animação e o de melhor trilha sonora, conquistados em 2010.

TNT, 17h

Altas aventuras UP

Trampolim do forte

De João Rodrigo Mattos (Brasil, 2010)

Comovente, este longa-metragem sabor vatapá, vindo lá de Salvador, marca a estreia na ficção do baiano João Rodrigo Mattos. Espécie de “Capitães da areia” da era digital, a produção representa um foco de resistência para a invenção narrativa na produção nacional fora do eixo Rio-São Paulo e Pernambuco. Esbanja adrenalina a sequência — clicada com esmero de thriller pelo fotógrafo Pedro Semanovisch — em que um dos protagonistas, Déo (Lúcio Lima), atravessa o mar preso a um pneu. O longa narra a luta de Déo para deter um estuprador que ataca a cidade, enquanto ajuda um amigo a se livrar de um trombadinha. Entre rostos conhecidos, Luís Miranda merece uma salva de aplausos na pele de um pastor evangélico

Canal Brasil, 22h

Trampolim do Forte