Frida Kahlo em exposição dupla em São Paulo

Fotografias raras de acervo pessoal da artista são o destaque

por

19 de setembro de 2016

ARQUIVO 30/08/2016 CADERNO2 / CADERNO 2 / CAD2 / CAD 2 / C2 / C 2 - Exposição "Frida Kahlo - Suas Fotos", que será inaugurada no MIS. - Frida Kahlo, por Guillermo Kahlo, 1932 ©Museu Frida Kahlo FOTO: Museu Frida KahloA artista Frida Kahlo ganha exposição dupla na capital paulista, Frida Kahlo – Suas Fotos | Olhares sobre o México. Parte do acervo pessoal de Frida pode ser visto no Museu da Imagem e do Som (MIS) e no Espaço Cultural Sérgio Porto. A curadoria foi feita em cima de 6.500 fotografias da artista mexicana que foi encontrada em um pequeno banheiro da Casa Azul, local onde viveu a maior parte da sua vida. O resultado dessa exposição vem de um acordo de seu marido Diego Rivera com o governo do México, onde os pertences dela deveriam ficar 50 anos afastados do público.

frida-kahlo-expo-004Mais de 200 fotos foram selecionadas pelo curador Pablo Ortiz Monastério para a exposição itinerante, que vem sendo exibida em diversos países. A artista era dona de uma sensibilidade singular para a fotografia e o colecionismo. A influência da fotografia veio desde criança, através do pai de Frida, Guillermo Kahlo, que era fotografo profissional.

frida-kahlo-002Consagrada como pintora, a coleção de fotos surpreende em todos os sentidos. Seja pela beleza, raridade das imagens, ineditismo ou sensibilidade.

Nem todas as imagens foram feitas por Frida, a exposção conta com retratos realizados por autores de destaque da história da fotografia e amigos pessoais de Frida como Guillermo Kahlo, Man Ray, Martin Munkácsi, Edward Weston, Brassaï, Tina Modotti, Pierre Verger e Manuel Álvarez Bravo. Sobressaem as fotografias de Tina Modotti e de Edward Weston do período revolucionário – algumas das mais valiosas desta coleção. Também fazem parte quatro fotografias tiradas e assinadas por Frida Kahlo e duas não assinadas, mas cuja autoria pode ser atribuída à pintora.

frida-kahlo-003No MIS, cinco ambientes narram a vida da artista desde infância até a vida adulta. No Espaço Cultural Porto Seguro, a exposição é composta por diversas peças, uma entrada foi criada com inspiração na Casa Azul.  No piso térreo estão dispostas as fotografias e uma linha do tempo sobre vida e obra da artista. No mezanino é possível assistir ao documentário Natureza Ferida – Memória Viva de Certos Dias.

frida-kahlo-expo-005Há uma série de atividades paralelas para que o público possa ter mais contato com a arte de Frida Kahlo. O Baú de Frida é uma visita guiada destinada ao público infantil. Uma experiência lúdica conduzida por uma boneca de tecido, caracterizada de Frida Kahlo, que possui um baú de memórias com diversos objetos que podem, inclusive, ser manuseados pelo público. No ateliê Os Tons de Frida, o visitante pode imprimir fotografias por meio de um processo chamado “goma bicromatada”, utilizando como referência a paleta de cores da artista mexicana. O processo usa água como revelador. Na vivência de estamparia Pañuelos, o participante pode trazer objetos em tecidos, como camisetas, lenços e ecobag para serem personalizados com carimbos que reproduzem símbolos inspirados no imaginário de Frida Kahlo e da cultura mexicana. Já a oficina de Paper Doll permite a criação de roupas e acessórios para serem aplicados sobre uma personagem de papel. A atividade propõe a observação da construção estética da artista Frida Kahlo, diretamente relacionada à sua trajetória pessoal e à sua forte ligação com a expressão cultural popular mexicana.

Um serviço de van gratuito será disponibilizado para os visitantes transitarem de um museu a outro. Os ingressos, que custam 6 reais (inteira) e 3 reais (meia), podem ser adquiridos em qualquer um dos locais e dão acesso a ambos os espaços expositivos.

O MIS fica na Avenida Europa, 158, Jardim Europa, e funciona de terça a sábado, das 12h às 20h; domingos e feriados, das 11h às 19h. Já o Espaço Cultural Porto Seguro está localizado na Alameda Barão de Piracicaba, 610, Campos Elíseos, e pode ser visitado entre terça e sábado, das 10h às 19h; ou domingos e feriados, das 10h às 17h.