Ganhadores do BAFTA 2020 – O Oscar britânico

1917 arrebata quase todos os prêmios Bafta com 7 estatuetas

por

02 de fevereiro de 2020

Confira a lista de vencedores do BAFTA 2020, o Oscar britânico, encabeçada por “1917” (7 prêmios), “Coringa” (3 prêmios) e “Parasita” (2 prêmios):

O prêmio de melhor filme foi para “1917”*

*Aproveite e leia a crítica para o filme sem spoiler:

http://almanaquevirtual.com.br/1917-2/

Sam Mendes foi escolhido como melhor diretor no BAFTA, por “1917”.

1917 também ganhou o Bafta de “Melhor Direção de Arte”, “Melhor Som” e “Melhor Filme Britânico.

O BAFTA de Melhor Fotografia foi para “1917”

Confirmando o favoritismo Renée Zellweger leva Melhor Atriz por Judy: Muito Além do Arco-Íris, o Oscar já é dela!!

Aproveite e leia a crítica para o filme sem spoiler:

http://almanaquevirtual.com.br/judy/

Mais um prêmio pra coleção: Joaquin Phoenix acaba de ganhar o prêmio de Melhor Ator por “Coringa” (“Joker”)

Além de uma surpresa: “Coringa / Joker” ganhou o prêmio de Melhor Direção de Elenco

Brad Pitt vence o “Melhor Ator Coadjuvante” no BAFTA.

Laura Dern confirmando seu favoritismo vencendo o Bafta de Melhor Atriz Coadjuvante por “História de um Casamento”.

Aproveite e leia a crítica sem spoiler:

http://almanaquevirtual.com.br/historias-de-um-casamento/

Parasite ganhou o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

1917 ganhou o Bafta de Melhores Efeitos Visuais.

Bombshell/O Escândalo vence “Melhor Cabelo e Maquiagem” no BAFTA.

Little Women venceu a categoria de Melhor Figurino

Aproveite e leia a crítica sem spoiler:

http://almanaquevirtual.com.br/adoraveis-mulheres/

Ford vs Ferrari vence “Melhor Montagem” no BAFTA.

For Sama vence “Melhor Documentário” no BAFTA.

Parasite vence “Melhor Roteiro Original” no BAFTA.

“Jojo Rabbit” leva Melhor Roteiro Adaptado

O filme de Taika Waititi levou também um WGA ontem, se fortalecendo para o Oscar.

O prêmio de Melhor Animação do BAFTA foi para KLAUS, filme original Netflix.

Joker ganhou seu primeiro prêmio no BAFTA: Melhor Trilha Sonora Original para Hildur Guðnadóttir.

Melhor estreia na direção/produção britânica: “Bait”

Melhor curta de animação britânico: “Grandad Was a Romantic”

Melhor curta britânico: “Learning to skateboard in a warzone (if you’re a girl)”

Estrela revelação: Micheal Ward