Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015

"O Lobo Atrás da Porta" abocanha maioria dos prêmios da noite

por

02 de setembro de 2015

Odeon Espaço Cultural Severiano Ribeiro – RJ, 01 de setembro de 2015 – Noite cheia de astros e estrelas premia os melhores do ano no Cinema Brasileiro com vitória esmagadora de sete estatuetas para “O Lobo Atrás da Porta”, quase unanimidade de crítica em 2014, além de render belas homenagens ao cinema brasileiro como um todo: ao cineasta Roberto Faria com várias cenas de seus filmes como “O Assalto ao Trem Pagador” sendo exibidas ou reencenadas durante a noite por seu sobrinho Marcelo Faria e grupo de atores; ao centenário de Grande Otelo; e aos saudosos José Lewgoy e Antônio Abujamra.

20150901_204243

 

Após bela homenagem a Roberto Farias, que confessa ter continuado a fazer seus brinquedos de 10/12 anos de idade na profissão de cineasta como adulto, foi anunciado o maior prêmio da noite de melhor filme para “O Lobo Atrás da Porta”

20150901_203448

Confira lista completa com alguns agradecimentos marcantes de seus laureados:

20150901_201732

Melhor Filme: “O Lobo Atrás Da Porta”

Melhor Atriz: Leandra Leal por “O Lobo Atrás Da Porta”, agradecendo a Deus por sua profissão, pois não se veria fazendo qualquer outra coisa que amasse mais.

20150901_204504

Melhor Ator – Empate:

Tony Ramos por “Getúlio” , agradecendo pelos amigos e mais de 51 anos de carreira, pois fez aniversário há cinco dias atrás.

Babu Santana por “Tim Maia” , que nunca imaginou quando cursou teatro que estaria no mesmo palco que Tony Ramos.

20150901_210058

Melhor Diretor: Fernando Coimbra por “O Lobo Atrás Da Porta”, que ficou muito orgulhoso por receber este reconhecimento logo em seu 1º filme de estreia.

20150901_210239

Melhor Animação: “O Menino e o Mundo”

Melhor Filme Infantil: “O menino e o Mundo”

Melhor Longa Documentário: “Brincante”

20150901_205730

Melhor Longa de Comédia: “Os Homens são de Marte… E é pra lá que eu Vou” pelo que Mônica Martelli agradeceu a criação da categoria melhor comédia, pois há 10 anos quando foi indicada a todos os prêmios no teatro pela peça que originou o filme lhe disseram que não levaria nada. Comédia é segunda categoria. E agora enfim levou.

Melhor Fotografia: Lula Carvalho por ” O Lobo Atrás Da Porta” todo filmado em película 16mm

Melhor Filme Estrangeiro: “Relatos Selvagens” pois ‘se no futebol há uma rixa, no cinema quem ganha é a América Latina’

Voto Popular Melhor Filme Estrangeiro: “Boyhood”

Voto Popular Melhor Longa Documentário: “Dominguinhos”

Voto Popular Melhor Longa de Ficção: “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”

Melhor Direção de arte: “Getúlio”

Melhor Efeito Visual: “Trash A Esperança vem do Lixo”

Melhor Som: “Tim Maia”

Melhor Ator Coadjuvante: Jesuíta Barbosa por “Praia do Futuro” que dedicou o prêmio à interpretação inspiradora de Regina Casé em “Que Horas Ela Volta”

Melhor Atriz Coadjuvante: Thalita Carauta por “O Lobo Atrás Da Porta” agradecendo e pedindo que os editais sejam mais justos com o cinema nacional.

Melhor Figurino: Kika Lopes por “Trinta”

Melhor Maquiagem: Martim Macias Trujillo por “Getúlio”

Melhor Montagem de Documentário: Pedro Bronz “A Farra do Circo”

Melhor Montagem de Ficção: Karen Akerman “O Lobo Atrás Da Porta”

Melhor Trilha Sonora: Berna Ceppas e Mauro Lima por “Tim Maia”

Melhor Trilha Sonora Original: André Abujamra por “Trinta”

Melhor Roteiro Original: Fernando Coimbra por “O Lobo Atrás Da Porta”

Melhor roteiro Adaptado: Jorge Furtado por “Boa Sorte”

Melhor curta de animação: “A pequena vendedora de fósforo”

Melhor curta Documentário: “Efeito Casimiro”

Melhor curta Ficção: “O Caminhão do meu pai”