Heróis da Galáxia – Ratchet & Clank

Adaptação do jogo para Playstation não percebeu que saiu da tela do videogame para o cinema

por

05 de maio de 2016

A velha história de um indivíduo atrapalhado e nerd que consegue se superar e salvar o mundo, que os americanos tanto amam, ganhou mais uma versão animada: “Heróis da Galáxia – Ratchet & Clank”. No longa, Ratchet é o último lombax de sua espécie (uma mistura de tigre e raposa em forma de Pokemon) e precisa salvar todos os planetas remanescentes da galáxia Solana dos planos maléficos do vil Presidente Drek, que possui uma poderosa arma de destruição. Para isso, conta com a ajuda do inteligente robô Clank e do grupo de super-heróis chamado Patrulheiros da Galácticos (Galactic Rangers, no original – alguém também pensou em Power Rangers?).

Adaptação de um jogo homônimo para Playstation, “Ratchet & Clank” (no original) parece não ter percebido que migrou da tela do videogame para o telão do cinema. Tudo no filme dirigido por Kevin Munroe e Jericca Cleland parece que foi inserido de qualquer jeito, como uma mera imitação do jogo de sucesso, mas sem joystick para o espectador jogar. As intermináveis sequências de batalhas são cansativas, sem sentido e repletas de piadinhas forçadamente sem graça que não fazem rir. Aliás, a versão dublada ganhou citações com referências brasileiras nos diálogos pífios, como “tá tranquilo, tá favorável” e sertanejo universitário. Não precisavam ter exagerado.

O roteiro rasíssimo de T.J. Fixman (também roteirista dos jogos que originaram o filme), Kevin Munroe e Gerry Swallow (“A Era do Gelo 2”) conseguiu criar um mosaico mal feito e bagunçado com elementos dos longas “Guardiões da Galáxia”, “Toy Story”, “Meu Malvado Favorito 2” (inclusive, o cientista traidor tem o mesmo nome: Dr. Nefasto), “Os Incríveis”, entre outros. Não há quase conteúdo relevante para se extrair da trama e o desenvolvimento dos personagens é inexistente, além da baixa qualidade do gráfico. “Heróis da Galáxia – Ratchet & Clank” é aquele tipo de animação que não tem razão para existir e tem como único objetivo ganhar dinheiro atraindo fãs do jogo e algumas crianças pequenas. Tenta extrair risos do público com humor tolo, mas nem disso é capaz.

 

Heróis da Galáxia – Ratchet & Clank (Ratchet & Clank)

EUA – 2016. 94 minutos.

Direção: Kevin Munroe e Jericca Cleland

Com: James Arnold Taylor, David Kaye, Jim Ward, Armin Shimerman, Sylvester Stallone, Rosario Dawson, Paul Giamatti, John Goodman e Bella Thorne.

 

Avaliação Raíssa Rossi

Nota 1