João e o pé de Feijão

Teatro Negro de Florianópolis encanta as crianças de Feira de Santana, no 9o FENATIFS

por

29 de novembro de 2016

Contemplando a diversidade, o 9o FENATIFS, desenvolveu quase que paralelamente, uma boa e substancial mostra de animação. Neste caso fazendo-se valer de uma técnica muito especial e mágica, o Teatro de Sombras de Praga, nos foi possível ver o espetáculo “João e o Pé de Feijão” apresentado com competência pela Turma do Papum de Florianópolis- Santa Catarina. Baseada no conto “João e o Pé de Feijão”, -inspirado no conto original dos irmãos alemães Grimm “Hänsel und Gretel” -, a peça nos conta a história a partir do roubo da Harpa da Alegria, onde tudo entristeceu no Vale Feliz. João precisava vender sua vaquinha para comprar comida para a sua família, mas acaba trocando-a por 3 feijões mágicos que germinam e crescem até as nuvens. Subindo pelo pé-de-feijão, ele, corajosamente, consegue resgatar a Harpa e ainda libertar a Galinha dos Ovos de Ouro, trazendo de volta a alegria ao Vale Feliz. A concepção cênica optou pelo formato mais clássico para nos contar este história, utilizando uma empanada cênica em cima do palco, que os colocava em boa posição em relação a proximidade com a caixa do cinema e a caixinha da televisão. Ampliando assim a sua magia e nos levando a um mundo imaginário que nos fazia esquecer em alguns minutos que estávamos dentro de um teatro. Trabalhando os bonitos títeres, com equilíbrio entre cores, formatos, adereços e figurinos; e optando por uma linguagem mais infantil na abordagem do texto, concepção cênica e nas canções. Sendo um projeto agradável para crianças menores e para aqueles que se permitem voar longe na fantasia.

joao-e-o-pe-de-feijao1

A construção dos bonecos e a manipulação dos mesmos, são os pontos altos da peça.

jo_o_m_e_mari_e_harpa

O festival de cores vibrantes e cítricas, e a luz negra, são dois elementos essenciais para o desenvolvimento mágico do espetáculo.

A manipulação dos títeres e dos adereços foi precisa e criteriosa na busca da ambientação perfeita para se atingir a escuridão necessária para o bom uso desta técnica tão especial e diferenciada. Temos hoje, muito poucos grupos ou Cias que trabalham ou desenvolvem esta técnica no pais. Sendo sempre muito gratificante poder desfrutar desde bela técnica de animação. No elenco temos a participação do simpático casal de manipuladores que dão formas à história, onde a narração já é apresentada gravada, além dos doces cantos.


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52