João o Alfaiate- Um herói inusitado

Encenação mescla teatro de texto e partituras físicas, e não explora muito nesta montagem, a arte da mímica

por

13 de novembro de 2017

A consagrada Cia, em mímica, Etc e Tal apresenta no Centro Cultural da Justiça Federal (CCJF) do Rio de Janeiro, até o dia 19 de novembro, às 16h, o seu mais novo espetáculo João o Alfaiate- Um herói inusitado com texto original de Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles- Lôbo, e direção de Alvaro Assad, inspirado em conto de tradição oral popular “João Mata Sete”, que foi compilado no livro Contos para a Infância e para o Lar dos Irmãos alemães Grimm, com o nome de “O Alfaiate Valente”. O espetáculo narra a história de um Alfaiate que conta ao mundo sua valentia ao matar sete insetos pousados em sua refeição, num reino onde seres fantásticos apavoram a Vila Central. A notícia se espalha até chegar ao Rei. Este, manda trazer o Alfaiate, certo da existência de um grande herói, para a missão desafiadora de livrar o reinado dos temidos problemas da realeza. Sem ter tempo de saber do que se trata, o Alfaiate se vê diante da missão. Distraído pela própria interpretação dos fatos e pela astúcia do Monarca, costura soluções nas situações diante das tarefas designadas para ele.

João o Alfaiate

A inventiva cenografia se destaca com força nesta nova montagem da Cia Etc e Tal. Foto Rafael Bisbis.

A Etc e Tal que é uma Cia especializada na técnica de mímica, geralmente ao usar texto, se fazia valer mais de uma língua também inusitada de nome gromelô; entretanto, neste novo projeto, a direção e concepção do espetáculo de Assad optou em realizar uma encenação mesclada entre teatro de texto e partituras físicas, e não explorando muito nesta montagem, a arte da mímica. Esta opção propiciou a Cia em sair de seu lugar de conforto, e se aventurar por novas configurações de linguagens, onde se privilegiou o uso da palavra no Rei, de pouco texto e gromelô no Alfaiate, e no silêncio do Bobo.

joao_alfaiate

O visagismo de Cleber de Oliveira é um dos grandes destaques no universo estético e conceitual da encenação. Foto Rafael Bisbis.

joao-o-alfaiate_1_foto-rafael-bisbis-002

Alvaro Assad executa a melhor performance em cena, como o Alfaiate do título. Foto Rafael Bisbis.

A marca da Etc e Tal, nesta montagem, aparece mais em uma postura corporal bem executada e criada; mas que esbarra no ritmo e na imprecisão da articulação do texto falado da dramaturgia proveniente de um conto, com o trabalho corporal. Os grandes acertos da montagem estão no campo estético: o ótimo visagismo de Cleber de Oliveira, que construiu com minúcias e detalhes, cada um dos campos visuais das personagens. Dando as mesmas um recorte muito particular, que salta aos olhos a sua tridimensionalidade e animação. Aliando-se a isso também o ótimo cenário. Muito inventivo, mágico e bem executado. Um grande cubo que surpreende-nos com a tela pintada que se anima, e se transforma em diversos momentos. Esse jogo do bidimensional e do tridimensional, no visagismo e no cenário é de grande delicadeza e sensibilidade, e que se harmoniza com todo o projeto da competente Cia. Os belos figurinos de Flavio Souza acompanham as qualidades conceituais da encenação. Os atores Alvaro Assad tem um ótimo desempenho como o Alfaiate, onde se mantém a vontade dentro do seu universo físico, do gromelô e do pouco texto. Marcio Moura, com o auxílio da sua ótima caracterização, aproveita a sua composição para criar um registro vocal marcante, mas apresenta um certo descompasso na junção do ritmo corporal com o verbal. Melissa Teles Lobo, cumpre o seu papel como Bobo da Corte.

 

Ficha técnica

Concepção Cênica e Texto Original: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo

Atuação: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles- Lôbo.

Direção e Preparação Mímica: Alvaro Assad

Música Original: Joaquim de Paula

Figurinos: Flavio Souza

Visagismo (maquiagem, cabelos e próteses): Cleber de Oliveira

Desenho de Luz: Aurélio Oliosi

Desenho de Arte (Painéis do Cenário): Tarcísio Zanon

Colorização dos Paineis do Cenário e Arte Cenográfica: Raquel Theo

Cenotécnia e Adereços: Rafael Bis Bis e Raquel Theo

Assistência de Figurinos e Cenários: Anna Fernanda

Bonecos de Espuma: Marcos Monte

Mini cases de Proteção para Adereços e Visagismo: Arise Assad.

Operação de Luz e Som: Fernanda Sabino

Apoio Operacional, Montagem e Registro: Levi Leonardo

Produção Executiva: Lu Altman

Assessoria de Imprensa: Alexandre Aquino

Realização: Centro Teatral e Etc e Tal (Almamel Produção Cultural Ltda)

Serviço

Estreia para o público no dia 29 de outubro (domingo)

Com a Cia Teatral Etc e Tal – Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo

Local: Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241 – Centro)

Data: Sábados e domingos, de 29 de outubro a 19 de novembro

Concepção Cênica e Texto Original: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo

Direção: Alvaro Assad

Estreia para público: Domingo, dia 29 de outubro

Horário: 16h

Duração: 50 minutos

Capacidade: 142 lugares

Ingresso: R$ 20 inteira / R$10 meia-entrada

Classificação etária: Livre (Indicado acima de 05 anos)

Telefone: (21) 3261-2550

Funcionamento: Terça a domingo, do meio-dia às 19h.

Avaliação Ricardo Schöpke

Nota 3