Lady Macbeth

Diretor e roteirista estreantes acertam em cheio na adaptação da obra de Nikolai Leskov

por

09 de agosto de 2017

Baseado no romance “Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk”, considerado a obra-prima do russo Nikolai Leskov, o longa-metragem “Lady Macbeth” marca a estreia de William Oldroyd na direção e de Alice Birch no roteiro. Diferentemente da obra de Shakespeare, a protagonista feminina de Leskov não possui arrependimentos, e é fascinante acompanhar a sua evolução de jovem esposa menosprezada e entediada a assassina impiedosa. Na trama, Katherine (Florence Pugh) foi vendida para um casamento de conveniência com Boris Leicester (Christopher Fairbank) e passa a viver numa casa comandada por dois tiranos: marido e sogro. Quando ela inicia um caso extraconjugal com Sebastian (Cosmo Jarvis), um trabalhador da propriedade do marido, sua postura começa a mudar radicalmente e acaba resultando em vários assassinatos.

Situado na Inglaterra rural do século XIX, o filme aborda a vida provinciana, o adultério, a submissão das mulheres na época e também a sua libertação da opressão masculina numa sociedade patriarcal. É difícil não notar semelhanças entre “Lady Macbeth” e as obras “O Amante de Lady Chatterley”, de D.H. Lawrence, e “Madame Bovary”, de Flaubert: as três personagens possuem em comum a descoberta e a vivência de um desejo sem limites que cresce a cada dia de suas vidas enfadonhas como esposas de desinteressantes homens de meia-idade.

A paleta de cores mistura branco, que representa o estéril casamento de Katherine e Boris; marrom, que traz a seriedade e isolamento presentes na casa, e azul, a cor do principal figurino de Katherine, que simboliza sua frieza e lhe dá destaque dentro do elenco. Ao mesmo tempo em que frieza e precisão conduzem os atos da protagonista, ela também é movida por uma intensa paixão, que demonstra tanto nas cenas de sexo despudorado quanto nas atrocidades que comete sem culpa. Assim como Alice Birch escreveu um roteiro bem redondo e fez um belo trabalho de construção de personagem em “Lady Macbeth”, William Oldroyd soube transpô-la competentemente para a tela com um tom sombrio e Florence Pugh brilhou ao dar vida à Katherine de maneira excepcional. Uma grata surpresa.

 

Lady Macbeth (Idem)

Reino Unido – 2016. 89 minutos.

Direção: William Oldroyd

Com: Florence Pugh, Cosmo Jarvis, Naomi Ackie, Christopher Fairbank e Paul Hilton.

Avaliação Raíssa Rossi

Nota 4