Milagres do Paraíso

Propaganda religiosa de uma família de comercial de sucrilhos

por

25 de abril de 2016

Baseado em uma história real, “Milagres do Paraíso” (Miracles from Heaven) gira em torno da família Bean – típica representante cristã norte americana – envolvida com uma rara doença intestinal e incurável da filha mais nova, Anna (Kylie Rogers). A narrativa basicamente narra a peregrinação da matriarca Christy (Jenniffer Garner) para aliviar o sofrimento da filha que inclui visitas a Boston onde há um médico especialista no assunto.

milagre03

A aparência deste filme é de uma religiosidade quase infantil, daquelas vistas nos livros evangélicos que explicam onde fica o céu e o inferno. Tudo é extremamente asséptico e pueril e a diretora Patricia Riggen não consegue fazer muita coisa com o material apresentado. Aliás a cineasta é mestre em permanecer invisível diante de “fatos reais”. Seu filme anterior “Os 33” – inspirado na história dos mineiros que ficaram presos por 69 dias em uma caverna no Chile – também sofre do mesmo problema. Patricia parece desconhecer alguns mecanismos de identificação primária ao superficializar os códigos narrativos para atingir um modelo desejado.

milagre02

Aqui não há espaço para aprofundamentos e o foco está em explorar as emoções de forma bem melodramática de uma família de comercial de sucrilhos. A fotografia do peruano Checco Varese (o mesmo de “Os 33”) mantém o clima luminoso sem grandes nuances e a trilha de Carlo Siliotto pontua as sequências dramáticas botando o dedo nas zonas sensíveis do espectador.

O roteiro de Randy Brown é ralo e unidimensional e não faz nada além do que interpretar de forma hermenêutica o livro da verdadeira Christy Brown. Embora a jornada da família Bean seja direcionada a um público crente que acredita em bondade e veneração a Deus, a trama sofre com uma impressionante falta de assunto quando abre espaço para um clip musical “country” bem no meio da trama. Outro grave problema é a estereotipagem de todos os personagens que adquirem uma postura pré programada de soluções divinas guiando a audiência como pastores e seu rebanho.

milagre04

Como pregação católica-evangélica, “Milagres do Paraíso” (Miracles from Heaven) cumpre muito bem seu papel e vai levar o público as lágrimas, mas como obra cinematográfica é apenas uma farsa bem produzida utilizada como uma ingênua propaganda religiosa.

milagre01

Milagres do Paraíso (Miracles from Heaven)

Eua, 2016. 109 min.

Direção: Patricia Riggen

Com: Jenniffer Garner, Kylie Rogers, Martin Henderson, Brighton Sharbino, Queen Latifah, Eugenio Derbez

 


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52