Modo Turbo – Luísa Sonza, Anitta e Pabllo Vittar

Análise do novo videclipe do power trio

por

23 de dezembro de 2020

Vai ter análise crítica de videoclipe SIM!

A moral está baixa, e a bruxa está solta, mas pelo menos Sonza, Anitta e Pabllo lançaram Modo Turbo e atenderam meu pedido pro Papai e Mamãe Noel de trazer fusão com Mechs, animes e RPG live action de Natal ❤
Sonza Elfa, Pabllo Sorceress e Anitta Ninja me derrubaram em looping. Nossos videoclipes não devem nada aos norte-americanos, e ainda ditam tendência!!

http://almanaquevirtual.com.br/modo-turbo-luisa-sonza-anitta-e-pabllo-vittar/

Sem falar no início super inspirado em “Tron” e “Jogador Número Um”. Como não amar?! Com direito a combo Street Fighter e Fatality Mortal Kombat (pegada que já vinha de Streets of Rage do “Combatchy”).

Quem diria funk sci-fi com letra:

“Foguete do tipo Nasa saindo da atmosfera
Tem turbina nessa raba e agora ninguém me pega
Aperta o cinto modo turbo
Que a sentada é de outro mundo”

A pegada RPG decerto ajudou a trazer a fabulação que emprega na Estética a teoria  queer aplicada na prática, parafraseando Judith Butler, e evocando uma linguagem trans-codificadora de novas simbologias até para o gênero japonês dos Mechs — produção onde robôs gigantes, controlados ou não pelos seres humanos, enfrentam grandes batalhas em cenários futuristas. De fato, a robô feita em computação gráfica nos efeitos especiais rouba a cena, ainda mais com suas madeixas longas e loiras, quase uma Xuxa — a quem, inclusive, Sonza alude em seu próprio visual (alguém mais pensou em “Super Xuxa Contra o Baixo-Astral” e a estética do arco-íris?).

Só o fato de Pabllo ser uma Sorceress (feiticeira) traz todo um empoderamento místico na espiritualidade dos símbolos evocados, com o cajado que concentra a energia cósmica, enquanto as parceiras de cena representam arquétipos de guerreiras de combate corpo a corpo… Como se, na escala dos RPGs, interpretada como um jogo de xadrez, Pabllo fosse a peça bispo ou rainha, enquanto Sonza e Anitta são as torres ou a peça do cavalo.

Além disso, o anime também presente não só desenha figurinos incríveis, bem caractetizados para cada uma, como aproxima a linha limítrofe ao videogame, com escalas de energia e de vida, fazendo espectadores entrarem igualmente na brincadeira. Afinal, não à toa elas escolheram um videoclipe com estética virtual e holográfica em tempos pandêmicos quarentenados para dar a liberdade de regimentos e regimentos de fãs poderem se sentir como se estivessem em qualquer lugar, online, respeitando o distanciamento social.

Confira o videoclipe logo abaixo:

https://youtu.be/QcS9ZndErHc