Nós somos as Melhores!

por

21 de novembro de 2014

No início da década de 1980, o punk já mostrava fortes indícios de que entrara em declínio. A atitude, a moda e as bandas punks perderam espaço para jovens bem menos radicais, que preferiam curtir uma fossa ao som de The Smiths a refletir sobre as letras do Sex Pistols.

Vi är bäst! 1

É esse o pano fundo para Nós Somos os Melhores!, do diretor Lukas Moodysson. Baseado em um graphic novel de Coco Moodysson, esposa de Lukas, o filme conta a história de três adolescentes suecas, entre 12 e 13 anos, que vão contra as novidades musicais e comportamentais da Europa de 1982 e se recusam a acreditar que o punk morreu.

501611

A encantadora Bobo (Mira Barkhammar) e a rebelde Klara (Mira Grosin) são melhores amigas de escola que estão bem longe dos padrões da época. De cabelos curtos, com roupas largas demais e cheias de personalidade, as duas não se encaixam entre as crianças de sua idade ou mesmo nas suas famílias; o clássico exemplo de ser um outcast. Mesmo nunca tendo tocado qualquer instrumento, elas decidem começar uma banda punk para falar do que mais odeiam: a aula de educação física.  No entanto, se não falta atitude e nem mesmo moicanos, falta talento. A solução aparece com Hedvig (Lyv LeMoyne), um pouco mais velha e muito talentosa no violão. Hedvig terá de ser convertida do cristianismo e da vida certinha ao punk, tarefa fácil para Bobo e Klara que não demoram em reduzir quase que totalmente as longas madeixas loiras da nova amiga. O que segue são cenas divertidíssimas do cotidiano escola-ensaio-casa, sempre tendo a amizade como foco.

090421

Nós Somos Os Melhores! é sobre sentir-se parte de algo e de um grupo – ou não.  O tom otimista do filme é um de seus destaques e é exatamente ele que torna este filme mais fácil e mais acessível ao grande público. Não há mistério aqui, a mensagem é clara e um antigo clichê: o importante é ser você mesmo.

download

O que diferencia este longa de uma produção hollywoodiana, além do background punk claro, é a delicadeza e a naturalidade com as quais o assunto é tratado. Como no independente Pequena Miss Sunshine, o longa sueco retrata a infância, mas fala de uma sentimento possível aos 20, 30, 40…o de, simplesmente, não se encaixar nos padrões.

bast

Um filme muito divertido, com roteiro e atuações excelentes. Para sair babando do cinema e com vontade de ver muito mais de Bobo, Klara e Hedvig.

 

Festival do Rio 2013 – Panorama do Cinema Mundial

Nós Somos os Melhores! (Vi är bast!)

Suécia, 2013. 102 minutos.

Direção: Lukas Moodysson

Com: Mira Barkhammar, Mira Grosin e Liv Lemoyne


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52