O Conto dos Contos

Colírio para os olhos também tem tutano

por

12 de maio de 2016

Tendo participado da Competição Oficial no Festival de Cannes 2015, “O Conto dos Contos” é uma fábula que presta homenagem a inúmeras histórias de fantasia da história. Com um refinamento estético invejável, desde cenários, locações e figurinos, é um deleite aos olhos deitar a vista do espectador no meio das maratonas típicas de Festivais em uma obra tão exuberante quanto esta. Não à toa, realizada por um dos diretores italianos em maior ascendência recente, Matteo Garrone, do soberbo mafioso “Gomorra”, este seu novo filme alçou co-produção Itália-França e é todo falado em língua inglesa, com eclético elenco internacional do naipe de Salma Hayek e Vincent Cassel. A narrativa se divide em três contos ao todo que se intercalam na ordem, sem mistura, para o espectador não se perder. O primeiro sobre um casal da realeza estéril que faria de tudo para ter um filho; o segundo sobre duas irmãs idosas que ludibriam os encantos de um Rei para seduzi-lo; e o terceiro sobre uma princesa que terá de enfrentar um casamento arranjado.

578439

Descrever os contos apenas por suas sinopses é reduzi-los ao extremo, pois se desenvolvem em inúmeras camadas, algumas mais acertadas do que as outras. O mais divertido decerto é ficar caçando as referências às fábulas clássicas como ‘o Príncipe e o Plebeu’, ‘a Bela e a Fera’, ‘Chapeuzinho Vermelho e o lobo mau’, ‘Rapunzel’, ‘Cinderela’ e muito mais… Realçado pela beleza inegável de Salma Hayek, que aqui consegue se desvencilhar dos arquétipos de Hollywood, porém prejudicado pela dissonância de compassos entre os contos, grande parte do conteúdo de roteiro para além do visual estonteante fica a cargo do segundo conto, o de Vincent Cassel. Mas não é nem do astro francês o mérito por isso, e sim de duas atrizes inglesas mais do teatro que interpretam as duas irmãs: Shirle Henderson e Hayley Carmichael. A química entre as duas e o desenrolar de suas tramas elevam a moral da história a outro patamar. Vale também ressaltar as participações dos artistas italianos Alba Rohrwacher e Maximo Ceccherini, os quais aparecem nos três contos como homenagem às raízes italianas do amigo diretor.

296543

Festival do Rio 2015 – Panorama do Cinema Mundial

“O Conto dos Contos” (“Il Racconto del Racconti”)

Itália / França, 2015. 125 min

De Matteo Garrone

Com: Salma Hayek, Vincent Cassel, Toby Jones, John C. Reilley


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52