O Homem Mais Procurado

por

15 de outubro de 2014

Que ano nefasto para o cinema. Muitos nomes de peso estão sendo ceifados, inclusive o de Philip Seymour Hoffman (Oscar de ator por “Capote”). Um de seus últimos filmes, “O Homem Mais Procurado” vem adornado por outros grandes fatores. É uma adaptação literária do renomado autor de espionagem John Le Carré. Dirigido pelo descolado cineasta holandês Anton Corbijn. E grande elenco para acompanhar, como Willem Dafoe (atual darling de Lars Von Trier), Daniel Brühl (de “Adeus Lenin”), Robin Wright (vista este ano no cult instantâneo “O Congresso Futurista”) e Rachel McAdams (“Meia-Noite em Paris”).

El-hombre-más-buscado-1-e1410291883822

O escritor Le Carré já havia sido adaptado com êxito em exemplos como “O Jardineiro Fiel” e “O Espião que Sabia Demais”, histórias ricas em personagens, debates afiados entre personagens dúbios, reviravoltas de lealdade e traição, tudo de modo que a princípio pode parecer informação em excesso e exigir muito do leitor/espectador, mas recompensa aos mais atentos. Sob a batuta firme do sazonado Hoffman como o chefe de operações de uma agência antiterrorismo tão secreta que dispensa nomes, o resto do extenso elenco vai se subdividindo entre cargos governamentais (como Robin Wright, muito bem caracterizada morena) e pessoas comuns envolvidas em disputas de poder (como Rachel McAdams, aqui só reprisando o papel de boa moça confusa). O lema da dura persona de Hoffman é inserir agentes na rotina de “peixes pequenos” até que estes mal percebam já fazer parte do esquema a entregarem os peixes maiores, neste caso grandes empresários que fomentam as guerras por ambições cujo alvo são bolsas de valores e mercado especulativo. Como muitas teorias de conspiração, por exemplo, cogitaram há época do 11/09 que o próprio governo americano teria financiado o ataque terrorista às torres gêmeas para inflar a indústria bélica e causar rebuliços de mercado.

427210

Uma trama com requinte, sofisticação e desenlace natural, de montagem rápida, que não deixa o espectador perder o interesse nem o fio da meada, mesmo com tantas personagens em cena. A frieza dos executivos é refletida na frieza da fotografia e locações, pois decisões de vida ou morte de nações podem ser tomadas em lobbys de hotéis, ou em restaurantes e bares. Isso tudo graças à riqueza imagética e dinamismo da carreira do diretor Anton com documentários para inúmeras bandas como Depeche Mode e U2, além do filme sobre o grupo alternativo cult Joy Division “Control”, e outra película, desta vez já na seara de espionagem, “Um Homem Misterioso”. Boa combinação para ótimo resultado.

Festival do Rio 2014 – Mostra Panorama do Cinema Mundial

O Homem mais Procurado – A Most Wanted Man

Reino Unido / Estados Unidos / Alemanha, 2014. 121 min

De Anton Corbijn

Com: Philip Seymor Hoffman, Rachel McAdams, Willem Dafoe, Robin Wright, Nina Hoss, Daniel Bruhl, Grigiriy Dobrygin

 


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52