O Touro Ferdinando

Nova animação da Blue Sky traz bons valores num momento em que mundo mais precisa deles

por

12 de janeiro de 2018

Inspirado no livro “A História de Ferdinando”, de Munro Leaf e Robert Lawson, “O Touro Ferdinando”, nova animação produzida pelos estúdios Blue Sky em parceria com a 20th Century Fox Animation, é a segunda adaptação dessa história dos anos 30 que continua muito atual, porém a primeira em formato de longa-metragem – a Disney lançou o curta “Ferdinando, O Touro” em 1938, ganhando o Oscar de Melhor Curta Animado no ano seguinte. Dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha, o mesmo dos sucessos “Rio” e “A Era do Gelo”, a trama é centrada em Ferdinando, um touro gigante com um coração imenso que ama cheirar flores e detesta brigas. Após ser confundido com um animal perigoso, ele é capturado, arrancado de sua família e levado de volta para o lugar de onde fugiu quando ainda era um bezerrinho: a Casa del Toro. Determinado a voltar para sua casa, ele se une a um grupo de animais desajeitados nessa jornada.

O Touro Ferdinando1

“Ferdinand” (no original), que começou a ser feito em 2010, não poderia ter estreado num momento mais oportuno. Num mundo que está sendo tomado por uma onda de intolerância, o filme vem para passar uma mensagem linda de aceitação do diferente e de ser fiel a si mesmo (a), à sua própria essência. O roteiro escrito por Robert L. Baird, Tim Federle e Brad Copeland ainda faz uma breve crítica à indústria da carne e às touradas, cujo fim é uma polêmica na Espanha, seu país de origem. Como o próprio Ferdinando diz numa cena, a vitória do animal nunca é possível, seu destino é sempre a morte de um lado ou de outro, o que vai de encontro ao movimento do veganismo, que vem crescendo no mundo inteiro e ganhando força no Brasil nos últimos anos.

O Touro Ferdinando2

Mesmo com personagens pouco complexos e unilaterais, o filme consegue passar a mensagem que deseja. Com humor muito bem empregado durante todo o longa, o touro afável de 900 kg conquista e diverte tanto crianças quanto adultos. A dublagem em português é parte essencial desta proeza, já que a tradução das piadas foi bem sucedida e interpretada Maísa Silva, Thalita Carauta e Duda Ribeiro, que dubla o protagonista. Sim, “O Touro Ferdinando” poderia ter se aprofundado mais em seus personagens, como acontece nas animações da Pixar, mas do jeito que está cumpre bem o seu papel de ser um ótimo entretenimento com uma bela mensagem para toda a família e um gráfico maravilhoso rico em detalhes, como já estamos acostumados a ver nas animações da Blue Sky.

 

O Touro Ferdinando (Ferdinand)

Estados Unidos – 2018. 108 minutos.

Direção: Carlos Saldanha

Com: John Cena, Kate McKinnon, Gina Rodriguez, Anthony Anderson, Jerrod Carmichael, Miguel Ángel Silvestre, Bobby Cannavale e David Tennant.

 

Avaliação Raíssa Rossi

Nota 4