Pari

Cineasta Iraniano produzindo na Grécia em combinação de estéticas

por

04 de novembro de 2020

“Pari”, dirigido pelo iraniano Siamak Etemadi, numa coprodução entre Grécia, França, Holanda, Bulgária, é a estreia em longas-metragens de seu diretor que nasceu no Irã, mas vive na Grécia, e, portanto, possui esta natureza mista em sua história e estética.

Num filme muito bem recebido na 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, acompanhamos a busca de uma mãe iraniana, Pari, por seu filho desaparecido em Atenas a forçará a uma jornada para os cantos escuros da cidade, bem como para as profundezas ocultas de si mesma.

A chance de um recomeço e um sopro de esperança para uma mulher esmagada pela opressão racial e de gênero. Destaque para a interpretação de Melika Foroutan, que já havia sido muito elogiada desde a exibição do filme na Mostra Panorama do Festival Internacional de Cinema de Berlim 2020.