Premiados na 23° Mostra de Cinema de Tiradentes

Até o Fim, terceiro longa de Glenda Nicácio e Ary Rosa, encabeça a lista de premiados

por

02 de fevereiro de 2020

Lista completa de premiados na 23° Mostra de Cinema de Tiradentes 2020:

PREMIAÇÃO DA 23° MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES:

MELHOR FILME PELO JÚRI POPULAR:

“ATÉ O FIM” DE Glenda Nicácio E Ary Rosa

Merecidíssimo!

Leiam crítica de Samantha Brasil pelo Delirium Nerd
https://www.deliriumnerd.com/2020/01/28/ate-o-fim-critica-mostra-de-tiradentes/

Continuação da Premiação da 23° Mostra de Cinema de Tiradentes:

Prêmio Helena Ignez de maior contribuição artística feminina:

Lílis Soares diretora de fotografia de 3 filmes na Mostra, incluindo o longa “Um Dia com Jerusa” de Viviane Ferreira

Confira minha crítica para o filme:

http://almanaquevirtual.com.br/um-dia-com-jerusa/

E minha entrevista com Lílis e o restante da equipe do curta “Ilhas de Calor” de Ulisses Arthur que também foi exibido aqui na 23° Mostra de Cinema de Tiradentes:
http://almanaquevirtual.com.br/entrevista-com-ulisses-arthur-de-ilhas-de-calor-na-mostra-tiradentes/?fbclid=IwAR1001DZtTeuoysUkbJx5CaB4QhGySJT6k6QbkhkCnBDMgAfSfcypKyDOhQ

Continuação dos prêmios da 23° Mostra de Cinema de Tiradentes:

Melhor filme pela Mostra Aurora:

“Canto dos Ossos” de Jorge Polos e Petrus de Bairros

Ganhou o exemplar de terror!
Leiam minha crítica aqui:

http://almanaquevirtual.com.br/canto-dos-ossos/

Premiação da 23° Mostra de Cinema de Tiradentes (Continuação)

Prêmio Carlos Reichenbach (Olhos Livres): “Yãmīyhex: as mulheres espírito” de Sueli Maxakali e Isael Maxacali

Enquanto  não sai minha crítica para o filme, compartilho uma de filme que dialoga muito com este e que passou no ano passado também sobre a força das mulheres indígenas na aldeia, neste caso, até como pajés:

“Bimi Shu Ikaya”

http://almanaquevirtual.com.br/bimi-shu-ikaya/

Prêmio Canal Brasil para curta: “Perifericu”

Leiam minha crítica:

http://almanaquevirtual.com.br/perifericu/

Começou a premiação da 23° Mostra de Cinema de Tiradentes:

Melhor curta júri popular:
“A parteira”
Melhor curta júri oficial: “Egum” de Yuri Costa

Se quiserem ler minha crítica para o filme:

http://almanaquevirtual.com.br/egum/

“”nós entramos no set como uma equipe e saímos como um quilombo”” (transcrição Maria Caú)

@Mostra de Cinema de Tiradentes
Foto por Maria Caú