Premiados no VII Olhar de Cinema 2018 em Curitiba

Filmes brasileiros ganham alguns dos principais prêmios da Competição Internacional de longas-metragens

por

14 de junho de 2018

A noite de encerramento da sétima edição do Festival Olhar de Cinema 2018 em Curitiba laureou alguns dos filmes mais aclamados exibidos durante a semana competitiva, como os dois longas-metragens brasileiros dentro da Competição Internacional: “Fabiana” de Brunna Laboissière e “Sol Alegria” de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira. Mas o prêmio principal ficou para o crowd-pleaser de humor que parodia a alta competitividade da masculinidade tóxica em “Homens que Jogam” de Matjaz Ivanisin, até pelo período de desconstrução do macho alfa que vivemos, ainda que o filme possa funcionar na chave de uma piada de apenas um tom, e não aprofunde certas questões que ampliariam a crítica na tela. Ainda assim, outros grandes filmes mais conceituais levaram também merecidamente prêmios em outras categorias, como “Ansiosa Tradução” de Shireen Seno e “Boa Sorte” de Ben Russell.

FB_IMG_1528928456726

Confira lista completa de prêmios no VII Olhar de Cinema 2018 em Curitiba:

Melhor filme da Mostra Competitiva Principal de longas-metragens:
“Homens que Jogam” de Matjaz Ivanisin

Melhor Filme da Mostra Competitiva Principal de curtas-metragens:
“A Estranha História do Prince Dethmer de Corto Vaclav e Hadrien La Vapeur

Prêmio da Crítica na Mostra Competitiva de longas-metragens:
“Ansiosa Tradução” de Shireen Seno

Prêmio especial do Júri da Mostra Competitiva principal de longas-metragens:
“Sol Alegria” de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira

Prêmio de Contribuição Artística da Mostra Competitiva Principal de longas-metragens:
“Boa Sorte” de Ben Russell
Menção honrosa: “Eles Vêm Aí!” De Ezequiel Reyes

Prêmio de Público:
“Fabiana” de Brunna Laboissière

Melhor filme da Mostra Olhares Brasil de longas-metragens:
“O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva” de Letícia Simões

Melhor filme da Mostra Olhares Brasil de curtas-metragens:
“Maré” de Amaranta César
Menção especial: “Estamos Todos Aqui” de Rafael Mellim e Chico Santos

Melhor filme da Mostra Outros Olhares de longas-metragens:
“Nossa Casa” de Yui Kiyohara

Melhor Filme da Mostra Novos Olhares de longas-metragens:
“Por Detrás das Cortinas” de Messaline Raverdy

Melhor curta da Mirada Paranaense:
“Acima da Lei” de Diego Florentino
Menção especial: “Lui” de Desine Kelm