Produção independente é o tema da terceira edição do Cineclube Curta Cinema no Oi Futuro Ipanema

Patrocinado Por Oi E Petrobras, O Encontro Gratuito Marca Os 25 Anos Do Festival Internacional De Curtas Do Rio De Janeiro

por

25 de agosto de 2015

A arte de fazer cinema sem um tostão. Este é o tema da terceira edição do Cineclube Curta Cinema que acontece na quinta-feira, 27 de agosto. O tema “Filmando a qualquer custo” foi escolhido pelo curador Christian Caselli por ser um assunto bastante conhecido do cineasta que há quase duas décadas vem produzindo curtas-metragens de baixo orçamento. O programa traz as obras “Erivaldo, O Astronauta Místico”, de Gurcius Gewdner, “Pequeno Objeto A”, de Daniel Abib, “Batman Pobre”, de Pablo Pablo, e “O Fim do Mundo no Morrinho”, resultado de uma oficina da Mostra Filme Livre. Christian Caselli também irá exibir três curtas de seu projeto “A Aventura do Marasmo”. A terceira edição do cineclube começa às 19h30m no Oi Futuro em Ipanema e tem entrada gratuita sujeita à lotação da sala.

A_Aventura_do_Marasmo_02.22

“Nunca tive muitos recursos e não sou filho de cineasta, então sempre tive que me virar como pude para me expressaraudiovisualmente. Foi assim no meu começo de carreira, em que fiz parte de um grupo de pioneiros que começaram a se valer do digital ao invés de película. Hoje em dia, o digital domina o cinema. Mas, mesmo assim, creio que os novos realizadores poderiam arriscar mais e fazer obras mais ousadas. Daí a provocação do título da sessão. Este tipo de atitude acaba sempre criando novas linguagens e experimentações, o que é maravilhoso”, afirma Caselli.

O_Fim_do_Mundo_no_Morrinho_2

Segundo o curador, com a exceção de “Pequeno Objeto A”, todos os filmes selecionados trazem uma pitada de humor e dialogam com filmes de gênero (ficção científica, heróis, policial etc). “Notei que os filmes de hoje estão muito sérios. Está certo que os tempos estão bicudos, mas o humor é uma arma fundamental, tanto em termos políticos quanto até de autodefesa para enfrentar as barras pesadas da vida”, afirma. Esta é a primeira vez que o cineclube sai do modelo seguido nas edições anteriores que traziam três curtas, dois clássicos e um inédito.

Batman_Pobre

“O curta-metragem é o formato de audiovisual que melhor serve à experimentação e pratica do cinema. Muitas vezes filmar um curta sem recursos pode contribuir muito para a criatividade e liberdade de expressão de seus realizadores. O Curta Cinema não faz distinção de filme com orçamento ou sem, e por isso é a maior vitrine do formato. Como a seleção de filmes está espetacular, resolvemos abrir uma exceção e mostrar mais de três filmes nesta edição”, conta Ailton Franco Jr, diretor do Festival Curta Cinema.

O evento começa com a exibição dos três curtas que fazem parte do projeto “A Aventura do Marasmo”, de Caselli, baseados no livro homônimo de contos escritos por ele. Em seguida, é a vez de “Erivaldo, o Astronauta Místico”, de Gurcius Gewdner, sobre a história de um alagoano enviado a Marte para explorar o planeta vermelho e mandar notícias para jornalistas no Brasil; “Batman Pobre #1 – O Despejo da Aldeia Maracanã”, de Pablo Pablo, que mostra as aventuras do herói 100% brasileiro durante a manifestação contra o despejo de moradores da Aldeia Maracanã e “Pequeno Objeto A”, de Daniel Abib, um dos vencedores do Troféu Filme Livre! de 2015 que aborda a história de um cientista que estuda os efeitos da bomba atômica construída por ele.

O curta “O Fim do Mundo no Morrinho” encerra o programa e foi concebido durante uma oficina da Mostra do Filme Livre. Um grupo de jovens cineastas conta a história de um casal morador da comunidade do Pereirão durante o “fim do mundo” que aconteceria em 2012 e suas repercussões. Ao final do evento, os diretores dos curtas participam de debate mediado pelo produtor cultural Guilherme Whitaker.

O Cineclube Curta Cinema foi criado pelo Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro em parceria com o Oi Futuro Ipanema em comemoração aos 25 anos do festival. Iniciado em junho deste ano, o Cineclube Curta Cinema apresentará mensalmente clássicos do curta-metragem nacional acompanhados de curtas inéditos. A exibição dos filmes será seguida de debate aberto ao público com os realizadores e artistas convidados. O Festival Curta Cinema 25 anos tem o patrocínio da Petrobras e da Oi, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, e copatrocínio da RioFilme.

 

Sobre o Curta Cinema

O Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema – desde 1991 tem sido uma das principais vitrines para o curta-metragem no país. A cada ano são exibidos cerca de 200 filmes dos mais diversos gêneros e nacionalidades. A programação consiste em mostras competitivas (nacional e internacional), panoramas regionais, programas temáticos e de gênero, além de focos especiais dedicados à produção de um país específico. Além da exibição de filmes, o festival desenvolve uma série de atividades paralelas com caráter informativo e educativo, como workshops, palestras, oficinas e debates.

Serviço:

Cineclube Curta Cinema – “Filmando a qualquer custo”

Data: 27 de agosto

Horário: 19h30m

Local: Oi Futuro em Ipanema – Rua Visconde de Pirajá, 54 – Ipanema, Rio de Janeiro

Tel: (21) 3131-9333

Entrada franca. Senhas serão distribuídas com 30 minutos de antecedência

Capacidade: 92 lugares

Classificação indicativa: 12 anos

 

Sobre os curtas:

Pequeno objeto A – Ficção – 15 min – 2014

Direção: Daniel Abib

Sinopse: Em algum lugar do passado uma bomba atômica explode e o mundo fica reduzido a cinzas. Shiro Ishio é um cientista que ajudou a desenvolver a bomba e agora tenta entender as suas consequências: uma estranha anomalia e uma misteriosa menina.

Erivaldo, o astronauta místico – Ficção – 6 min – 2013

Direção: Gurcius Gewdner

Sinopse: As viagens exploratórias do homem a Marte começaram em 1988. Desde que mantido sigilo total, um grupo seleto de jornalistas espalhados pelo planeta ficaram a par destas excursões, entre eles alguns jornalistas do staff de um famoso factóide brasileiro. Os relatórios dos astronautas são raros, mas constantes e entregues de duas formas: relatos em áudio e filmagens dos passeios a campo, estrelados pelo corajoso astronauta alagoano Erivaldo Mattus. Com o desaparecimento misterioso de nosso herói, é chegada a hora de alguns destes relatos virem ao conhecimento do público, através dos infalíveis arquivos acumulados por Gurcius Gewdner.

Batman pobre #1 – O despejo da Aldeia Maracanã – Ficção / Documentário – 7 min – 2013

Direção: Pablo Pablo

Sinopse: 22 de março de 2013. Radial Leste. Zone Norte de Rio City. O Poder Público Privatizado aciona seus aparatos de choque para punir os manifestantes e fazer o despejo da ocupação de resistência indígena conhecida como Aldeia Maracanã. Bruce Wayne, o Batman Pobre, segue em direção ao local do conflito onde é recebido por sprays de pimenta e gás lacrimogênio: os argumentos do Estado Desordem.

O fim do mundo no Morrinho – Ficção – 10min – 2012

Direção: Coletiva

Sinopse: Como todo mundo sabe, o mundo acabou em 2012. E o que aconteceu lá no Morrinho?

A Aventura do Marasmo – Ficção, 10min – 2015

Direção: Christian Caselli

Sinopse: Curta-metragem baseado em três contos do livro homônimo.