Representação das Mulheres no Oscar 2018

Destaque para as Mulheres do Oscar 2018 e sua luta por representatividade

por

05 de março de 2018

A presença das mulheres ganhadoras de Oscars no passado foi muito bonita e, já que foi o Oscar dos Latinos (filme chileno “Uma Mulher Fantástica”, animação temática mexicana “Viva – A Vida é uma Festa” e o grande vencedor dirigido por mexicano Guillermo del Toro, “A Forma da Água”), vale ressaltar o destaque para Rita Moreno, atriz porto-riquenho que ganhou Oscar em 1962 por West Side Story (Amor Sublime Amor) e foi usando O MESMO VESTIDO de 1962.

Vale mencionar que este foi o Primeiro Oscar a falar abertamente contra o assédio e outros abusos na indústria, como com as hashtags #MeToo e #TimesUp. Além de ser o mais forte em presença das mulheres, com maior número de apresentadoras (boa representação), porém infelizmente não refletindo o mesmo nas ganhadoras em principais funções criativas (péssima representatividade).

Vamos à lista de algumas destas mulheres a ter subido no palco ou aparecido no tapete vermelho durante a cerimônia:Screenshot_20180305-110053

Rita Moreno (ganhou pelo famoso musical West Side Story).

FB_IMG_1520258281659

Eva Marie Sant (ganhou por sindicato de ladrões com Marlon Brando, mas também é lembrada por Intriga International do Hitchcock )

IMG-20180305-WA0002

Jane FONDA (ganhadora por Amargo Regresso e Klute O Passado Condena)

Helen Mirren (apesar de ser atriz clássica, foi o Oscar mais recente de todos estes, por A Rainha, de alguns anos atrás).

FB_IMG_1520258368398

Agnes Varda (a cineasta e cofundadora da Nouvelle Vague francesa, na ativa desde 1954, só ganhou agora um Oscar honorário como prêmio por sua carreira)

FB_IMG_1520258315171

Faye Dunaway (Oscar por Rede de Intrigas)