Rock in Rio 2017: Rock Street homenageia a África

Espaço celebra a influência africana na música contemporânea.

por

15 de março de 2017

Na última terça-feira, dia 14, a organização do Rock in Rio apresentou o projeto da Rock Street, que este ano tem como inspiração o continente africano. A curadoria artística do espaço será de Toy Lima, em parceria com a diretora artística Marisa Menezes.

Rock Street leva para o festival a pluralidade do continente africano (Foto: Divulgação).

Rock Street leva para o festival a pluralidade do continente africano (Foto: Divulgação).

“Na África do Rock in Rio, a multicultura é o ponto forte. Não destacamos uma região específica, mas trazemos um contexto onde os costumes se encontram para levar ao público o que de melhor pode existir neste lugar tão variado”, afirma Marisa Menezes.

Criada em 2011, a Rock Street tem como principal objetivo oferecer ao público um espaço dedicado a diferentes manifestações artísticas, proporcionando momentos de total interação entre plateia e artistas. E a escolha desta edição não foi à toa, pois a África sempre contribuiu com o cenário musical ao redor do globo com ritmos que originaram todos os outros que estarão nos palcos do evento.

Procurando conceder uma experiência única ao público, o espaço conta com apresentações de dança, cortejos inspirados nos casamentos da República do Congo e muitos mais. Entre as atrações musicais já confirmadas pela organização, estão:  Les Tambours de Brazza, do Congo; Mamani Keïta, do Mali; Alfred & Bernard; do Burundi; Fredy Massamba, do Congo; Ba Cissoko, da Guiné; e Tyous Gnaoua, do deserto do Marrocos.

“A Rock Street fala de unidade e pluralidade ao mesmo tempo. Essa mistura de linguagens que a rua proporciona – música, dança, ritmo e performance – se encaixa perfeitamente ao conceito que vem sendo estudado e trabalhado pela equipe. Tudo isso estará refletido nos artistas que estarão no palco”, explica Toy Lima.

Esta pluralidade também estará representada nas 20 casas montadas ao longo da rua através da cenografia, assinada por João Uchôa e Glauco Bernardes, após um longo processo de pesquisa sobre a arquitetura dos países. Além disso, animais típicos de cada país estão representados, seja nas placas ou em esculturas, numa referência à fauna do continente.

 

Venda de ingressos

 

Os clientes Rock in Rio Card podem efetuar a troca de seus ingressos no site da Ingresso.com até o dia 05 de abril, quando as principais atrações já estarão divulgadas, de acordo com os organizadores. No dia seguinte, 06 de abril, às 19h, a venda dos ingressos do Rock in Rio será aberta para o público geral também no site da Ingresso.com. A partir daí, quem não tiver escolhido a data de seu Rock in Rio Card, passa a ter o seu lugar na Cidade do Rock sujeito à disponibilidade de cada dia.

O Rock in Rio 2017 será realizado nos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro de 2017 e está de casa nova: o Parque Olímpico, pertinho da Cidade do Rock original, carinhosamente lembrada pelo lamaçal de 1985.

 

Confira as datas das atrações já anunciadas para o festival:

– 15 de setembro:

Palco Mundo: Lady Gaga (headliner) / 5 Seconds of Summer / Ivete Sangalo.

– 16 de setembro – Line Up Completo:

Palco Mundo: Maroon 5 (headliner) / Fergie / Shawn Mendes / Skank.

Palco Sunset: Blitz + Davi Moraes + Alice Caymmi.

– 17 de setembro:

Palco Mundo: Justin Timberlake (headliner) / Frejat;

Palco Sunset: Nile Rodgers &Chic.

– 21 de setembro:

Palco Mundo: Aerosmith (headliner) / Billy Idol;

Palco Sunset: Alice Cooper + Arthur Brown.

– 22 de setembro:

Palco Mundo: Bon Jovi (headliner) / Alter Bridge;

Palco Sunset: Ney Matogrosso + Nação Zumbi.

– 23 de setembro:

Palco Mundo: Guns N’ Roses (headliner) / The Who;

Palco Sunset: Ceelo Green.

– 24 de setembro:

Palco Mundo: Red Hot Chili Peppers (headliner);

Palco Sunset: Sepultura.