Romance Policial

Daniel de Oliveira vive aspirante a escritor que se torna suspeito de assassinato em filme de Jorge Durán

por

06 de junho de 2015

Daniel de Oliveira está com tudo em 2015: é o protagonista de três filmes que estreiam este ano. Além dos premiados “A Estrada 47” e “Sangue Azul”, o ator é também é a estrela do thriller “Romance Policial”, uma coprodução entre Brasil e Chile, escrita e dirigida por Jorge Durán (“Proibido Proibir”), um chileno radicado no Brasil desde 1973. Na trama, Oliveira é Antonio, um funcionário público com vocação para escritor, cansado da vida que leva. Impulsionado por um conselho de um cliente – “nós, escritores, só temos duas opções: escrever ou enlouquecer” –, ele decide se aventurar pelo Deserto de Atacama, no Chile, em busca de inspiração. Lá, ele sem querer vira suspeito de um assassinato, sendo proibido de deixar o país pelo policial Martínez (Álvaro Rudolphy), e se envolve com a bela dona do bar local, Florencia (Daniela Ramírez).

Tal como o longa “A Oeste do Fim do Mundo” (2014), de Paulo Nascimento, “Romance Policial” é falado em português e espanhol, e possui uma narração em off (muitas vezes desnecessária) de seu personagem principal, como em “A Estrada 47”. Tudo o que é narrado por Antonio em terras chilenas é também escrito em seu romance baseado no mistério do qual passa a fazer parte. No entanto, o que ocorre é que o confuso roteiro de Durán não sustenta o mistério que promete criar nem até a metade do filme e se pretende profundo, quando é tão raso quanto a beira do mar carioca de que Antonio diz sentir falta. Com seu primeiro longa-metragem filmado em seu país natal desde o golpe militar de 1973, o diretor subestima a inteligência e testa a paciência do espectador na eternidade que parecem os 98 minutos de fita de uma história maçante e mal estruturada.

Ainda assim, “Romance Policial” tem seu mérito por ser mais uma tentativa do cinema nacional (muito bem representado por “O Lobo Atrás da Porta”, “Quando Eu Era Vivo” e “Gata Velha Ainda Mia”) de se fazer filme de gênero. Infelizmente, o longa de Durán cai no grupo que parte de uma boa premissa, mas tem uma execução desacertada, como é o caso de “Isolados” e “Confia em Mim”. Há um excesso de clichês mal trabalhados num enredo repleto de furos, onde quase todos os personagens são dúbios e estereotipados. É uma pena que uma obra que ostenta uma exuberante paisagem desértica como cenário, que torna a fotografia ainda mais bela, acabe sendo apenas mais uma, facilmente olvidada, por falta de originalidade e de uma melhor condução da trama.

 

Romance Policial (Idem)

Brasil / Chile – 2012. 98 minutos.

Direção: Jorge Durán

Com: Daniel de Oliveira, Daniela Ramírez, Roxana Campos, María Izquierdo, Álvaro Rudolphy, Victor Montero e Rogério Fróes.


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/almanaquevirtual/www/wp-content/themes/almanaque/single.php on line 52